Davide Rebellin vencedor na Indonésia

Aos 46 anos de idade, o italiano Davide Rebellin (Kuwait-Cartucho.es) venceu a 6ª edição do International Tour de Banyuwangi Ijen, na Indonésia. O iraniano e vencedor da montanha Amir Kolahdozhagh (Phishgaman Cycling Team) ficou em segundo, a 46s, e o colombiano Victor Niño (Team Sapura Cycling) fechou o pódio da geral, a 1m43s.


O Tour de Banyuwangi Ijen não é uma corrida desconhecida para os portugueses. Em 2015, o actual ciclista da LA Alumínios-Metalusa-BlackJack Edgar Pinto terminou em 4º da geral pela extinta Skydive Dubai-Al Ahli Club, depois de liderar a montanha e estar perto da vitória da segunda etapa, apenas superado pelo espanhol Benjamin Prades na meta em Taman Blambangan.

Na edição de 2017, Davide Rebellin agarrou a vitória da primeira etapa, com chegada a Banyuwangi, não despindo mais a liderança do Tour até ao final da quarta e última etapa.

“Estou muito feliz com esta vitória, porque foi uma volta muito dura com contínuos ataques dos meus mais directos rivais e etapas muito exigentes, como a terceira com a subida ao vulcão com rampas a 25%. Soubemos controlar bem a última etapa e conseguimos um grande triunfo, tanto para mim como para a equipa”, afirmou Rebellin.

A fechar a classificação geral, a equipa teve em Nano Grijalba o lanterna vermelha deste Tour, depois do espanhol ter realizado em todas as etapas um grande trabalho em defesa da liderança de Rebellin.

“Estou muito agradecido ao Nano e ao resto dos companheiros pelo grande trabalho realizado durante toda a prova. A sua ajuda foi fundamental para poder manter a camisola de líder”, enalteceu o italiano vencedor na Indonésia.

Com esta vitória, a Kuwait-Cartucho.es soma seis triunfos em 2017, ano em que marcou presença na Volta a Portugal, terminando com Rebellin em 27º da geral, antecedido pelo companheiro Bjorn Thurau em 21º.

Davide Rebellin conquista Tour na Indonésia (© Kuwait-Cartucho.es)

Sem comentários:

Enviar um comentário