Revelada 40ª Volta ao Algarve

A Volta ao Algarve presenteia a 40ª edição com o regresso das habituais cinco etapas, quatro em linha e um contra-relógio individual, que totalizam 690 km. As estradas algarvias recebem entre 19 e 23 de Fevereiro as seis equipas continentais lusas acompanhadas por esquadras do WorldTour. Um pelotão de estrelas com a presença dos campeões do mundo em linha e contra-relógio, o português Rui Costa (LAM) e o alemão Tony Martin (OPQ), vencedor da última edição.

Jan/2014: equipas e ciclistas lusos pelo mundo

O mês de Janeiro deu início ao calendário internacional de ciclismo e Portugal teve um corredor luso a disputar uma prova no estrangeiro, o jovem Fábio Silvestre (TFR) no Tour de San Luis onde completou 24 primaveras.

Na Argentina, Fábio viveu a primeira corrida na sua nova casa, a Trek Factory Racing, e a estreia no WorldTour não poderia ter sido mais positiva. A equipa terminou o Tour com três vitórias em etapas, por Giacomo Nizzolo e Julián Arredondo, tendo o português feito o trabalho que lhe competia em ajuda aos companheiros para alcançar os bons resultados.

Esse trabalho valeu-lhe o reconhecimento por parte do director da equipa, Alain Gallopin: «Para nós é a primeira corrida do ano, temos jovens corredores e o objectivo é aprender a trabalhar em equipa. Foi um bom início, trabalharam muito bem juntos, os mais novos na equipa como o Fábio, Julián, Eugenio, vieram buscar bidons com frequência. Quero os mais novos a trabalhar pela equipa e com bom espírito de equipa e hoje vimos isso». Acrescentou ainda: «Quando se tem um sprinter, tem de se ajudar a controlar a corrida e o Fábio Silvestre trabalhou arduamente na frente».

Também o companheiro Danilo Hondo frisou a importância do português até à última etapa, na qual o trabalho realizado foi fundamental: «Foi um bom trabalho de toda a equipa. Uma vez mais, o Fábio puxou com a Movistar e a Lampre para terminar com a fuga».

Pedalada a pedalada, Fábio Silvestre vai crescendo e evoluindo no pelotão internacional demonstrando, como fez em San Luis, que o trabalho em prol da equipa é fundamental para o sucesso da mesma. O calendário não pára e o próximo desafio é já no dia 5 de Fevereiro, o Dubai Tour.

Fábio Silvestre, Etapa 7 (Foto www.trekfactoryracing.com)
Fábio Silvestre (Foto Twitter Haimar Zubeldia)

20-26/Jan, Tour de San Luis
1 Nairo Quintana (Col) Movistar 24:48:48
129 Fábio Silvestre (Por) Trek Factory Racing +1:00:51

(escrito em português de acordo com a antiga ortografia)

Mário Costa e Isabel Caetano conquistam Taça Regional CX do Porto

No passado domingo, 26 de Janeiro, realizou-se a 3ª e última prova da Taça Regional de Ciclocrosse do Porto, onde se conheceram os vencedores finais na corrida disputada em Valongo. Mário Costa (ASC/Focus Team) e Isabel Caetano (CSM Epinay Sur Seine) subiram ao mais alto lugar do pódio em elites.

Na corrida masculina, os irmãos Paulo e Mauro González (TB Transportes/Salvaterra de Miño) alcançaram a meta em primeiro e segundo lugares respectivamente, mas a terceira posição de Mário Costa (ASC/Focus Team) foi o suficiente para segurar o primeiro lugar da Taça Regional.

Na corrida elite feminina, o cruzar de meta em segundo lugar foi o bastante para Isabel Caetano (CSM Epinay Sur Seine) conquistar definitivamente a Taça, tendo ganho a corrida a campeã espanhola Isabel Castro (Aquagest CC), ficando em terceiro Desiree Castro (Aquagest CC).

Em juniores, Sanuel Carrera (TB Transportes/Salvaterra de Miño) não só alcançou o primeiro lugar na prova bem como na Taça, sucedendo o mesmo em cadetes com João Rocha (Rodabike/ACRG/Gondomar) e com a atleta feminina Zaida Martinez (CC El Rosal).

Nas categorias de veteranos, Rogério Matos (Rompe Trilhos) impôs-se na prova e no primeiro lugar da Taça em master 30, tal como António Sousa (Candibyke/Interdesign/Xarão) em master 40. Já em master 50, António Silva (Individual) imperou na meta, tendo José Reis (Individual) conquistado a Taça. A master feminina Liliana Lopes (Individual) foi a única participante nesta categoria, realizando apenas a primeira prova.

Prova Elite Feminina (Foto Facebook Joana Monteiro)
Ranking Final Taça Regional do Porto
Elite
1 Mário Costa (Por) ASC/Focus Team 65pts
2 Vítor Santos (Por) Candibyke/Interdesign/Xarão 56pts
3 Paulo González (Esp) TB Transportes/Salvaterra de Miño 45pts
Elite Feminina
1 Isabel Caetano (Por) CSM Epinay Sur Seine 55pts
2 Joana Monteiro (Por) ASC/Focus Team 35pts
3 Ana Rita Vigário (Por) BMC/SRAM/Póvoa de Varzim 32pts
Júnior
1 Sanuel Carrera (Esp) TB Transportes/Salvaterra de Miño 60pts
2 João Pereira (Por) EC Carlos Carvalho 60pts
3 Bruno Machado (Por) Seissa/ACR Roriz/Matias e Araújo/Frulact 40pts
Cadete
1 João Rocha (Por) Rodabike/ACRG/Gondomar 80pts
2 Bruno Silva (Por) Individual 70pts
3 Rafael Torres (Por) ASC/Focus Team 42pts
Cadete Feminina
1 Zaida Martinez (Esp) CC El Rosal 40pts
Master 30
1 Rogério Matos (Por) Rompe Trilhos 90pts
2 José Conceição (Por) Individual 60pts
3 Carlos Monteiro (Por) Individual 40pts
Master 40
1 António Sousa (Por) Candibyke/Interdesign/Xarão 90pts
2 Mário Fernandes (Por) Rodabike/ACRG/Gondomar 40pts
3 António Moreira (Por) Individual 37pts
Master 50
1 José Reis (Por) Individual 65pts
2 Antonio Garrido (Esp) TB Transportes/Salvaterra de Miño 50pts
3 Fernando Silva (Por) Rodabike/ACRG/Gondomar 38pts
Master Feminina
1 Liliana Lopes (Por) Individual 20pts

Resultados completos aqui
(escrito em português de acordo com a antiga ortografia)

Isabel Caetano despede-se de Epinay Sur Seine

A campeã e rainha do ciclismo português, Isabel Caetano, despede-se da equipa francesa CSM Epinay Sur Seine, onde pedalou nos últimos anos, com um sentimento de gratidão: «Foram os melhores quatro anos da minha vida no ciclismo».

Como refere na sua página oficial do Facebook, «Tudo o que começa termina na vida! A minha aventura em França terminou. Desde Junho do ano passado que avisei o director das femininas que era o último ano na equipa Epinay Sur Seine, independentemente se a equipa também terminava ou seguia».

(Foto Facebook Isabel Caetano)
Aos 34 anos, Isabel Caetano é a ciclista portuguesa mais medalhada de sempre, um nome reconhecido além-fronteiras pela sua forma de estar e viver o ciclismo. Entrega-se a todas as vertentes da modalidade com o mesmo empenho e dedicação, recebendo em troca o respeito e afecto dos fãs das duas rodas para quem as infindáveis medalhas, entre elas 19 de Ouro, são o reflexo do seu puro talento. Estrada (linha e contra-relógio), Ciclocrosse, Pista e XCO… em todos os palcos foi campeã, derrubou metas, conquistou pódios, enalteceu o ciclismo feminino.

Começou a olhar com seriedade para o ciclismo aos 15 anos e logo no ano seguinte a competir na equipa Núcleo Sportinguista de Leiria (1996/97). Apaixonou-se definitivamente pela modalidade e nunca mais se afastou dos pedais. Em 1998, ingressou no Club Ciclista Spol e somente em 2010 saiu da equipa espanhola para rumar a França, onde iria mudar definitivamente a sua carreira.

«Tudo começou depois de uma conversa com Duarte Pereira, em que lhe contei o meu sonho de correr no estrangeiro ao lado das melhores do mundo. E assim foi. Em 2010, ele formou a equipa feminina em Epinay Sur Seine e hoje posso dizer que se não tivesse esta oportunidade não saberia o que é o ciclismo de estrada ao mais alto nível. Entre as portuguesas já tinha experiência, porque corria muito com os juniores, mas aprendi muito mais desde a colocação no pelotão de 160 corredoras, ‘bordures’, encostar à borda, vir buscar água e até o sofrer aquele bocadinho para não descolar porque o pelotão vai parar ali mais à frente!».

Foto by Eduardo Pereira
Ao longo destes anos, Isabel Caetano viveu momentos bons e menos bons, criando laços que jamais esquecerá: «Tive uma amiga com quem partilhei tudo e que fica para o resto da vida, Angela Chevarria Fernandes. Todas essas aventuras comigo, desde dormir juntas, comer do mesmo prato, viajar mais de 100 vezes de avião, dormir no aeroporto ‘só nós sabemos’, etc. Mas também é uma vida muito, muito difícil, mas eu aguentei desde o início até ao fim do projecto e fui a primeira a começar e a última a abandonar o projecto no dia de ontem [26 de Janeiro]. A minha vida durante quatro anos foi trabalho, treinar, viagens de avião e carro, o que é muito desgastante. O restante do tempo dediquei-o principalmente à minha mãe. Não critico, porque foi o que escolhi, mas é muito cansativo».

Ao virar mais esta página na sua história de vida ciclista, sente-se «completa, mas acho que ao investimento pessoal, físico e mental que fiz mais a experiência que tenho poderia ter havido mais reconhecimento e investimento por parte da UVF-FPC, algo que já não critico mais, apenas espero que tenha aberto portas às jovens portuguesas!».

Na memória ficam episódios marcantes de uma carreira repleta de sucessos: «num prémio em Champagne, que fiz 11º num crono e à minha frente ficaram apenas corredoras profissionais, o director Patrick Van Heghe deu-me os parabéns e disse, "Isabel, fizeste um excelente contra-relógio ao lado de corredoras que só fazem bicicleta". Nunca mais vou esquecer essas palavras».

Mais do que as medalhas e troféus, Isabel Caetano guarda como um dos maiores prémios «ganhar muitos amigos na Associação de Portugueses em Paris, no Luso Jornal na Bélgica, Julie Cotteels e o carinho do Presidente Fernando Guerreiro, que na corrida organizada pelo clube em honra do falecido Bruno Guerreiro me dizia “Isabel és completa e uma guerreira” e eu nunca consegui dedicar-lhe uma vitória».

Na hora de agradecer, diz «Obrigada a todos, aos que me escrevem palavras de encorajamento, que sou a melhor e por vezes não é bem assim, mais uma vez obrigada. Neste projecto e sonho concretizado agradeço muita à minha mãe, que é a minha fonte de força, e ao meu marido J. Dias, que fez a atleta que sou, acredita em mim e sabe das minhas capacidades, por isso exige tanto e sabe exigir, não querendo que desista e inclusive quer que continue a dar ‘cartas’. A todos um bem-haja e mais tarde vou dar notícias sobre o meu futuro. ‘Bisou, au revoir France’!».

(Foto Facebook Isabel Caetano)

(escrito em português de acordo com a antiga ortografia)

Breves pedaladas lusas do dia 26-01-2014

Tour de San Luis
Etapa 7

Perfil Etapa 7 (By www.toursanluis.com)
O jovem colombiano da Movistar, Nairo Quintana, sucede a Dani Diaz (SLS) na vitória do Tour de San Luis. A 8ª edição chegou ao fim com o triunfo de Sacha Modolo (LAM) na sétima etapa.

O último dia na Argentina percorreu 148,1 km, iniciados em San Luis e finalizados num ‘sprintazo’ fabuloso protagonizado pelo italiano Modolo em Terrazas del Portezuelo. O corredor da Lampre-Merida bateu na linha de todas as decisões Peter Sagan (CAN), finalizando em terceiro o companheiro lançador do sprint Maximiliano Richeze.

O luso Fábio Silvestre concluiu a primeira prova com as cores da Trek Factory Racing em 129º lugar. A equipa norte-americana terminou a prova na Argentina com três triunfos, dois protagonizados por Julián Arredondo e outro por Giacomo Nizzolo.

Sacha Modolo (Foto Jesica Flandes/ANSL)
Nairo Quintana (Foto www.toursanluis.com)

Resultados
1 Sacha Modolo (Ita) Lampre-Merida 3:13:28 [45,930 km/h]
2 Peter Sagan (Svk) Cannondale m.t.
3 Maximiliano Richeze (Arg) Lampre-Merida m.t.
4 Mauro Richeze (Arg) Selección Argentina m.t.
5 Jens Keukeleire (Bel) Orica-GreenEdge m.t.
6 Giacomo Nizzolo (Ita) Trek Factory Racing m.t.
7 Manuel Belletti (Ita) Androni-Venezuela m.t.
8 Tosh Van Der Sande (Bel) Lotto-Belisol m.t.
9 Tom Boonen (Bel) Omega Pharma-Quick Step m.t.
10 Taylor Phinney (USA) BMC m.t.
72 Fábio Silvestre (Por) Trek Factory Racing 0:30

Montanha: Nairo Quintana (Col) Movistar
Sprint: Julián Gaday (Arg) Buenos Aires Provincia
Sub-23: Adam Yates (GBr) Orica-GreenEdge
Equipas: San Luis Somos Todos

Geral
1 Nairo Quintana (Col) Movistar 24:48:48
2 Phillip Gaimon (USA) Garmin-Sharp 0:43
3 Sergio Godoy (Arg) San Luis Somos Todos 2:02
4 Julián Arredondo (Col) Trek Factory Racing 2:54
5 Josué Moyano (Arg) San Luis Somos Todos 3:04
6 Eduardo Sepúlveda (Arg) Bretagne Séché Environnement 3:43
7 Marc De Maar (Aho) UnitedHealthcare 3:44
8 Peter Stetina (USA) BMC 3:51
9 Darwin Atapuma (Col) BMC 3:57
10 Domenico Pozzovivo (Ita) AG2R La Mondiale 4:03
129 Fábio Silvestre (Por) Trek Factory Racing 1:00:51



(escrito em português de acordo com a antiga ortografia)

Breves pedaladas lusas do dia 25-01-2014

Tour de San Luis
Etapa 6

Perfil Etapa 6 (By www.toursanluis.com)
Julián Arredondo foi hoje o rei triunfador no Mirador del Sol, dando à Trek Factory Racing a terceira vitória no Tour de San Luis, a segunda do colombiano nesta 8ª edição. A liderança manteve-se em Nairo Quintana (MOV), terceiro na meta.

No penúltimo dia na Argentina, o pelotão pedalou a sexta etapa entre Las Chacras e Merlo, 184,4 km com o final no Mirador del Sol, nada mais do que 7 km de ascensão a 8,75% de pendente média e 1450m de altitude. Uma vez mais, colombianos e argentino tomaram conta do desfecho da escalada final com Arredondo (TFR) a vencer na meta, deixando Sergio Godoy (SLS) a 1s e Nairo Quintana (MOV) a 5s.

No dia do 24º aniversário, o luso Fábio Silvestre (TFR) coroou o Mirador del Sol na 100º posição e parte para a última etapa em 134º na geral.

Arredondo, Godoy e Quintana (Foto by Marcelo Lacerda/ANSL)
Resultados
1 Julián Arredondo (Col) Trek Factory Racing 4:16:54 [43,067 km/h]
2 Sergio Godoy (Arg) San Luis Somos Todos 0:01
3 Nairo Quintana (Col) Movistar 0:05
4 Cleberson Weber (Bra) Club Dataro-Bottecchia 0:09
5 José Serpa (Col) Lampre-Merida 0:10
6 Domenico Pozzovivo (Ita) AG2R La Mondiale 0:12
7 Thomas Danielson (USA) Garmin-Sharp 0:14
8 Phillip Gaimon (USA) Garmin-Sharp m.t.
9 Adam Yates (USA) Orica-GreenEdge 0:30
10 Eduardo Sepúlveda (Arg) Bretagne Séché Environnement m.t.
100 Fábio Silvestre (Por) Trek Factory Racing 8:51

Montanha: Nairo Quintana (Col) Movistar
Sprint: Julián Gaday (Arg) Buenos Aires Provincia
Sub-23: Adam Yates (GBr) Orica-GreenEdge
Equipas: San Luis Somos Todos

Geral
1 Nairo Quintana (Col) Movistar 21:35:13
2 Phillip Gaimon (USA) Garmin-Sharp 0:35
3 Sergio Godoy (Arg) San Luis Somos Todos 1:57
4 Julián Arredondo (Col) Trek Factory Racing 2:54
5 Josué Moyano (Arg) San Luis Somos Todos 2:59
6 Eduardo Sepúlveda (Arg) Bretagne Séché Environnement 3:38
7 Peter Stetina (USA) BMC 3:46
8 Marc De Maar (Aho) UnitedHealthcare 3:51
9 Darwin Atapuma (Col) BMC 3:52
10 Domenico Pozzovivo (Ita) AG2R La Mondiale 4:03
134 Fábio Silvestre (Por) Trek Factory Racing 1:00:28



(escrito em português de acordo com a antiga ortografia)

Breves pedaladas lusas do dia 24-01-2014

Tour de San Luis
Etapa 5

Perfil Etapa 5 (By www.toursanluis.com)
A equipa Movistar brilhou a dobrar na quinta etapa do Tour de San Luis. O italiano Adriano Malori venceu o contra-relógio individual e o colombiano Nairo Quintana assumiu a liderança na Argentina, destronando Phillip Gaimon (GRS) para o segundo lugar.

A jornada de 19,2 km, na cidade de San Luis, viveu-se com vento e temperaturas muito mais amenas do que nos dias anteriores, hoje a rondar os 20º graus. O percurso plano pedia velocidade e o esforço individual de Malori, a 51,931 km/h, deu-lhe a vitória na meta, deixando a 3s Taylor Phinney (BMC) e a 29s Jorge Giacinti (SLS).

O luso Fábio Silvestre (TFR) foi o sétimo corredor a sair para a estrada e defendeu-se com o 43º tempo, terminando a 2m07s do vencedor.

Nairo Quintana (Foto by Agencia de Noticias San Luis)
Resultados
1 Adriano Malori (Ita) Movistar 22:11 [51,931 km/h]
2 Taylor Phinney (USA) BMC 0:03
3 Jorge Giacinti (Arg) San Luis Somos Todos 0:29
4 Lawrance Warbasse (USA) BMC 0:48
5 Andrey Amador (CRc) Movistar 0:52
6 Manuel Quinziato (Ita) BMC 0:53
7 Tom Boonen (Bel) Omega Pharma-Quick Step 0:57
8 Danilo Hondo (Ger) Trek Factory Racing 1:02
9 Eloy Teruel (Esp) Jamis-Hagens Berman 1:03
10 Peter Sagan (Svk) Cannondale 1:05
16 Nairo Quintana (Col) Movistar 1:18
43 Fábio Silvestre (Por) Trek Factory Racing 2:07

Montanha: Nairo Quintana (Col) Movistar
Sprint: Julián Gaday (Arg) Buenos Aires Provincia
Sub-23: Adam Yates (GBr) Orica-GreenEdge
Equipas: San Luis Somos Todos

Geral
1 Nairo Quintana (Col) Movistar 17:18:14
2 Phillip Gaimon (USA) Garmin-Sharp 0:26
3 Sergio Godoy (Arg) San Luis Somos Todos 2:01
4 Josué Moyano (Arg) San Luis Somos Todos 2:17
5 Marc De Maar (Aho) UnitedHealthcare 2:47
6 Peter Stetina (USA) BMC 2:57
7 Julián Arredondo (Col) Trek Factory Racing 2:59
8 Eduardo Sepúlveda (Arg) Bretagne Séché Environnement 3:13
9 Darwin Atapuma (Col) BMC 3:21
10 Miguel Rubiano (Col) Colombia 3:30
142 Fábio Silvestre (Por) Trek Factory Racing 51:42



(escrito em português de acordo com a antiga ortografia)

Breves pedaladas lusas do dia 23-01-2014

Tour de San Luis
Etapa 4

Perfil Etapa 4 (By www.toursanluis.com)

Nairo Quintana venceu a quarta etapa do Tour de San Luis. O ciclista de 23 anos da Movistar agarrou o triunfo no Alto El Amago e o segundo lugar na geral. Por escassos 4 segundos, Phillip Gaimon (GRS) manteve a liderança alcançada desde o primeiro dia.

O pelotão mesclado de nacionalidades iniciou os 168,7 km em Potrero de los Funes, mas o desenlace foi principalmente comandado por colombianos e argentinos. Quintana (MOV) liderou a subida final, enfrentando a pendente média de 7,2% e cruzando a meta em solitário a 50s de Sergio Godoy (SLS) e a mais de 1m de Darwin Atapuma (BMC) e Josué Moyano (SLS).

O português Fábio Silvestre (TFR) ultrapassou mais uma jornada, cruzando a meta em 145º lugar, precisamente o número do seu dorsal. Amanhã é dia de contra-relógio individual de 19,2 km em San Luis.

Nairo Quintana (Foto by Agencia de Noticias San Luis)

Resultados
1 Nairo Quintana (Col) Movistar 4:15:33 [39,045 km/h]
2 Sergio Godoy (Arg) San Luis Somos Todos 0:50
3 Darwin Atapuma (Col) BMC 1:32
4 Josué Moyano (Arg) San Luis Somos Todos 1:39
5 Lucas Euser (USA) UnitedHealthcare 1:45
6 Miguel Rubiano (Col) Colombia 2:09
7 Peter Stetina (USA) BMC 2:31
8 Julián Arredondo (Col) Trek Factory Racing 2:46
9 Gianluca Brambilla (Ita) Omega Pharma-Quick Step 3:04
10 Adam Yates (GBr) Orica-GreenEdge 3:05
145 Fábio Silvestre (Por) Trek Factory Racing 25:20

Montanha: Nairo Quintana (Col) Movistar
Sprint: Julián Gaday (Arg) Buenos Aires Provincia
Sub-23: Adam Yates (GBr) Orica-GreenEdge
Equipas: San Luis Somos Todos

Geral
1 Phillip Gaimon (USA) Garmin-Sharp 16:54:45
2 Nairo Quintana (Col) Movistar 0:04
3 Marc De Maar (Aho) UnitedHealthcare 1:15
4 Darwin Atapuma (Col) BMC 1:36
5 Sergio Godoy (Arg) San Luis Somos Todos 1:45
6 Josué Moyano (Arg) San Luis Somos Todos 1:51
7 Lucas Euser (USA) UnitedHealthcare 1:57
8 Miguel Rubiano (Col) Colombia 2:18
9 Peter Stetina (USA) BMC 2:32
10 Julián Arredondo (Col) Trek Factory Racing 2:47
143 Fábio Silvestre (Por) Trek Factory Racing 50:37


(escrito em português de acordo com a antiga ortografia)

Breves pedaladas lusas do dia 22-01-2014

Tour de San Luis
Etapa 3
 
Perfil Etapa 3 (By www.toursanluis.com)

A Trek Factory Racing venceu hoje a segunda etapa consecutiva no Tour de San Luis. O italiano Giacomo Nizzolo sprintou forte e seguro para a meta, batendo Francisco Ventoso (MOV) e Tom Boonen (OPQ) na linha de todas as decisões.

Esta terceira etapa pedalou-se sob uma temperatura novamente acima dos 40º graus, tendo o pelotão gasto quase por completo os 175,8 km, de Tilisarao a Juana Koslay, para anular as fugas tentadas. O final era propício aos sprinters e a 8 km da meta o pelotão já pedalava compacto para a batalha final. Nizzolo superou toda a concorrência e Phillip Gaimon (GRS) segurou uma vez mais a liderança na Argentina.

O português Fábio Silvestre (TFR) ajudou a sua equipa em mais um triunfo e ao final da jornada, numa curta declaração ao canal televisivo 13 San Luis, confessou que «a corrida é muito dura, sempre a subir e a descer e com muito calor. Vimos da Europa onde não estão estas temperaturas». Para o jovem corredor luso, as duas vitórias alcançadas pelos seus companheiros nesta 8ª edição são «importantes, porque a equipa é nova e é sempre bom entrar a ganhar».

Foto by Agencia de Noticias San Luis
Resultados
1 Giacomo Nizzolo (Ita) Trek Factory Racing 4:14:19 [41,476 km/h]
2 Francisco Ventoso (Esp) Movistar m.t.
3 Tom Boonen (Bel) Omega Pharma-Quick Step m.t.
4 Tyler Farrar (USA) Garmin-Sharp m.t.
5 Davide Appollonio (Ita) AG2R La Mondiale m.t.
6 Damiano Caruso (Ita) Cannondale m.t.
7 Taylor Phinney (USA) BMC m.t.
8 Juan Arango (Col) Colombia m.t.
9 Edwin Avila (Col) Colombia m.t.
10 Marc De Maar (Aho) UnitedHealthcare m.t.
145 Fábio Silvestre (Por) Trek Factory Racing 13:05

Montanha: Julián Arredondo (Col) Trek Factory Racing
Sprint: Sebastián Tolosa (Arg) Buenos Aires Provincia
Sub-23: Adam Yates (GBr) Orica-GreenEdge
Equipas: UnitedHealthcare

Geral
1 Phillip Gaimon (USA) Garmin-Sharp 12:34:53
2 Marc De Maar (Aho) UnitedHealthcare 1:47
3 Christian Meier (Can) Orica-GreenEdge 3:56
4 Peter Stetina (USA) BMC 4:16
5 Julián Arredondo (Col) Trek Factory Racing m.t.
6 Darwin Atapuma (Col) BMC 4:19
7 Nairo Quintana (Col) Movistar m.t.
8 Haimar Zubeldia (Esp) Trek Factory Racing 4:21
9 Domenico Pozzovivo (Ita) AG2R La Mondiale m.t.
10 Ivan Santaromita (Ita) Orica-GreenEdge m.t.
140 Fábio Silvestre (Por) Trek Factory Racing 29:32



(escrito em português de acordo com a antiga ortografia)

Breves pedaladas lusas do dia 21-01-2014

Tour de San Luis
Etapa 2

Perfil Etapa 2 (By www.toursanluis.com)

Julián Arredondo (TFR) conquistou na linha de meta, frente a Peter Stetina (BMC), a vitória no Mirador del Potrero de los Funes. O colombiano agarrou a segunda etapa, mas não a liderança do Tour de San Luis, que permanece em Phillip Gaimon (GRS).

A jornada plana de ontem deu lugar ao final em alto após 170,6 km a pedalar desde La Punta, o qual ditou o fim de toda e qualquer tentativa de escapada do dia. A cerca de 5 km para a meta, o desfecho começou a ser jogado entre Arredondo e Stetina, com o primeiro a dar a vitória à equipa Trek do luso Fábio Silvestre, que hoje terminou a 12m do seu companheiro vencedor.


Foto by Marcelo Lacerda/Agencia de Noticias San Luis

Resultados
1 Julián Arredondo (Col) Trek Factory Racing 4:13:21 [40,403 km/h]
2 Peter Stetina (USA) BMC m.t.
3 Nairo Quintana (Col) Movistar 0:03
4 Darwin Atapuma (Col) BMC m.t.
5 Domenico Pozzovivo (Ita) AG2R La Mondiale 0:05
6 Haimar Zubeldia (Esp) Trek Factory Racing m.t.
7 Ivan Santaromita (Ita) Orica-GreenEdge m.t.
8 Damiano Caruso (Ita) Cannondale 0:08
9 Miguel Rubiano (Col) Colombia m.t.
10 Eduardo Sepúlveda (Arg) Bretagne Séché Environnement m.t.
130 Fábio Silvestre (Por) Trek Factory Racing 12:11

Montanha: Julián Arredondo (Col) Trek Factory Racing
Sprint: Sebastián Tolosa (Arg) Buenos Aires Provincia
Sub-23: Adam Yates (GBr) Orica-GreenEdge
Equipas: UnitedHealthcare

Geral
1 Phillip Gaimon (USA) Garmin-Sharp 8:20:34
2 Marc De Maar (Aho) UnitedHealthcare 1:47
3 Christian Meier (Can) Orica-GreenEdge 3:56
4 Peter Stetina (USA) BMC 4:16
5 Julián Arredondo (Col) Trek Factory Racing m.t.
6 Darwin Atapuma (Col) BMC 4:19
7 Nairo Quintana (Col) Movistar m.t.
8 Haimar Zubeldia (Esp) Trek Factory Racing 4:21
Domenico Pozzovivo (Ita) AG2R La Mondiale m.t.
10 Ivan Santaromita (Ita) Orica-GreenEdge m.t.
126 Fábio Silvestre (Por) Trek Factory Racing 16:27




(escrito em português de acordo com a antiga ortografia)

Velódromo Nacional, um cenário perfeito para Cancellara?

Fabian Cancellara (Foto www.trekfactoryracing.com)
A Pista renasce lentamente em Portugal mostrando ao mundo novos talentos que combinam Estrada e/ou BTT com esta vertente do ciclismo, quem sabe a mais bela e delicada de todas.

O Velódromo Nacional, em Sangalhos, é o ponto nevrálgico do Centro de Alto Rendimento de várias modalidades desportivas, entre elas o ciclismo. Na sua pista coberta de 250m celebram-se as mais importantes provas nacionais tal como a Taça de Portugal, o Campeonato Nacional e, este ano, a estreia de alguns Critérios - Bento Pessoa e Alves Barbosa.

Esta imponente construção conta ainda com o momento alto do ano aquando da realização do Campeonato da Europa de Pista Juniores/Sub-23. O êxito organizativo desta competição no nosso país tem feito do Velódromo Nacional o palco ininterrupto da prova internacional desde 2011 até aos dias hoje. Pelo quarto ano consecutivo, de 22 a 27 de Julho, Portugal irá receber os melhores jovens pistards da Europa, quem sabe para ver repetir o feito inédito do júnior luso Rui Oliveira (CC Bairrada) ao conquistar na passada temporada a prata na disciplina de scratch.

Ao combinar beleza, funcionalidade e qualidade dos materiais utilizados na sua construção, o Velódromo Nacional tem a singularidade da pista ser única a nível europeu pelos seus painéis em lâminas paralelas (originalmente designadas por LVL - Laminated Venner Lumber -, sendo réguas de madeira importadas da Finlândia), que proporcionam uma resistência e durabilidade maiores, bem como um piso consistentemente mais sólido e rápido. Pode ser o cenário perfeito para Fabian Cancellara (Trek Factory Racing) bater o recorde da hora pertencente ao checo Ondrej Sosenka, que alcançou a proeza em 2005 numa distância de 49,700 km na pista em Moscovo.

Neste vídeo, protagonizado pelas ciclistas lusas Ana Rita Vigário, Ana Azenha, Joana Barbosa, Joana Monteiro e Marisa Santos, podemos constatar a singularidade desta imponente obra arquitectónica.


(escrito em português de acordo com a antiga ortografia)

Breves pedaladas lusas do dia

Tour de San Luis
Etapa 1

Perfil Etapa 1 (By www.toursanluis.com)

Phillip Gaimon (GRS) venceu a primeira etapa do 8º Tour de San Luis, 166,2 km a ligar San Luis a Villa Mercedes. Após protagonizar a fuga do dia com mais três corredores, o americano de 27 anos cruzou a meta a 12s de Emiliano Contreras (Sel.Arg.) e 1m17s de Marc De Maar (UHC).

A jornada na Argentina ficou marcada pelo intenso calor e indisposições gástricas de vários corredores, incluindo Alessandro Petacchi (OPQ) que abandonou a prova. O português Fábio Silvestre (TFR) terminou o dia no pelotão.

Fábio Silvestre na apresentação do Tour (Foto www.trekfactoryracing.com)

Resultados
1 Phillip Gaimon (USA) Garmin-Sharp 4:06:54 [40,389 km/h]
2 Emiliano Contreras (Arg) Selección Argentina 0:12
3 Marc De Maar (Aho) UnitedHealthcare 1:17
4 Leandro Messineo (Arg) San Luis Somos Todos 1:26
5 Cristian Da Rosa (Bra) Club Dataro-Bottecchia 3:52
6 Adrián Alvarado (Chi) Selección Chile 3:52
7 Christian Meier (Can) Orica-GreenEdge 3:52
8 Sacha Modolo (Ita) Lampre-Merida 4:35
9 Kenny Dehaes (Bel) Lotto-Belisol 4:35
10 Manuel Belletti (Ita) Androni Venezuela 4:35
117 Fábio Silvestre (Por) Trek Factory Racing 4:35

Montanha: Phillip Gaimon (USA) Garmin-Sharp
Sprint: Julian Gaday (Arg) Buenos Aires Provincia
Sub-23: Emiliano Contreras (Arg) Selección Argentina
Equipas: Garmin-Sharp

Geral
1 Phillip Gaimon (USA) Garmin-Sharp 4:06:54
2 Emiliano Contreras (Arg) Selección Argentina 0:12
3 Marc De Maar (Aho) UnitedHealthcare 1:17
4 Leandro Messineo (Arg) San Luis Somos Todos 1:26
5 Cristian Da Rosa (Bra) Club Dataro-Bottecchia 3:52
6 Adrián Alvarado (Chi) Selección Chile 3:52
7 Christian Meier (Can) Orica-GreenEdge 3:52
8 Sacha Modolo (Ita) Lampre-Merida 4:35
9 Kenny Dehaes (Bel) Lotto-Belisol 4:35
10 Manuel Belletti (Ita) Androni Venezuela 4:35
116 Fábio Silvestre (Por) Trek Factory Racing 4:35


(escrito em português de acordo com a antiga ortografia)