César Fonte: “Não passa pelos meus objectivos manter o vínculo profissional que tenho actualmente”

César Fonte [10/12/1986] completou a terceira temporada ao serviço da equipa Rádio Popular-Boavista. Também pelo terceiro ano consecutivo conquistou um lugar no pódio da Taça de Portugal, tendo sempre alcançado no decorrer destes três anos vitórias nas provas pontuáveis. Em 2016, venceu a última prova do Grande Prémio Anicolor, terminando em 3º no ranking final da Taça.

Ranking Ciclista do Ano ao rubro com Rafael Reis na liderança

As competições de Agosto colocaram ao rubro o Ranking APCP Ciclista do Ano. Pelo quinto mês consecutivo, Rafael Reis (W52-FC Porto) mantém a liderança totalizando 732 pontos, os mesmos do 2º classificado Joni Brandão (Efapel). Pelo critério de desempate, Rafael Reis permanece no comando por contabilizar um maior número de vitórias ao longo da temporada. Ao 3º lugar ascende o galego Gustavo Veloso (W52-FC Porto) com 726 pontos.

Rui Vinhas vence Circuito Ribeiro da Silva

A melhor forma de homenagear um vencedor da Volta a Portugal é vencendo uma corrida em seu tributo. Foi isso que Rui Vinhas (W52-FC Porto) fez este domingo. O mais recente vencedor da Volta conquistou o Circuito Ribeiro da Silva, ciclista vencedor da Volta de 1955 e 1957.

Joni Brandão: “Não tive medo de ir à luta do que queria”

Esta era a Volta a Portugal do tudo ou nada para Joni Brandão. Depois do 2º lugar alcançado em 2015, o líder da Efapel partiu para a 78ª edição da prova rainha lusa com um objectivo: vencer a camisola amarela. Qualquer outro lugar no pódio ou na classificação geral seria mera consequência da luta que travou pelo 1º lugar e não conseguiu agarrar. Finalizar a Volta de 2016 em 5º da geral foi o epílogo possível de ser escrito, após os inúmeros ataques à amarela de Rui Vinhas (W52-FC Porto), a quem nunca conseguiu destronar por mais que desafiasse a sua liderança.

Rui Vinhas: “Sofri muito, mas consegui a vitória”

Rui Vinhas embarcou na viagem da W52-FC Porto em busca da rainha de Gustavo Veloso. Um oceano de emoções, numa extensão de 1607,3 km, foi o que ambos navegaram ao longo de doze intensos dias. Um misto de emoções rodeou a equipa mais forte do pelotão português, líder do Ranking nacional APCP, que entrou na Volta a Portugal para conquistar o terceiro triunfo consecutivo de Veloso e saiu com a primeira e histórica vitória de Vinhas.

César Martingil conquista Circuito da Moita

César Martingil (Liberty Seguros-Carglass) conquistou ao sprint o Circuito da Moita. O companheiro de equipa Ivo Oliveira e o ciclista profissional Rafael Silva (Efapel) completaram o pódio na Marinha Grande.

Gustavo Veloso arrasa na Malveira, recorda Volta a Portugal e fala do futuro

Gustavo Veloso (W52-FC Porto) derramou classe no asfalto lusitano. Em dois dias dos tradicionais circuitos, o galego e vencedor da Volta a Portugal de 2014 e 2015 comandou as corridas a um ritmo avassalador, sendo poucos os que conseguiram manter a pedalada no pelotão. Ontem a vitória fugiu em Alcobaça, mas hoje imperou em solitário na meta do Circuito da Malveira, em Mafra.

Vitória de Rafael Silva em Alcobaça com dedicatória especial

Rafael Silva (Efapel) brilhou em Alcobaça com um sprint vitorioso no Circuito de S. Bernardo, superando na linha de meta Bruno Sancho (Anicolor) e João Letras (Sicasal-Constantinos-Udo).

Quinteto luso no pelotão da Vuelta a España

A vizinha Espanha conta em 2016 com uma mão recheada de talento lusitano no pelotão da Vuelta. José Gonçalves, José Mendes, Mário Costa, Sérgio Paulinho e Tiago Machado disputam entre os dias 20 de Agosto e 11 de Setembro a 71ª edição da corrida com mais salero do calendário internacional.

João Benta vence Circuito do Bombarral

João Benta (Louletano-Hospital de Loulé) venceu esta segunda-feira o Circuito do Bombarral, superando na linha de meta o experiente italiano Rinaldo Nocentini (Sporting CP-Tavira) e o jovem luso César Martingil (Liberty Seguros-Carglass).

César Fonte vence GP Anicolor, Juan Ignacio Perez conquista Taça de Portugal

César Fonte (Rádio Popular-Boavista) venceu em Águeda o Grande Prémio Anicolor, superando ao sprint Bruno Sancho (Anicolor) e Daniel López (Burgos BH). Juan Ignacio Perez (W52-FC Porto) foi 7º na meta e conquistou a Taça de Portugal Elites para a equipa vencedora da Volta a Portugal.

Hugo Sancho vence GP Mortágua

Hugo Sancho (LA Alumínios-Antarte) venceu em solitário a 16ª edição do Grande Prémio Mortágua, quarta prova da Taça de Portugal Elites. Completaram o pódio da jornada Ricardo Vale Ferreira (Rádio Popular-Boavista) e Luís Mendonça (Sicasal-Constantinos-Udo). Joaquim Silva (W52-FC Porto) subiu à liderança da Taça.

Audiências Volta a Portugal 2016

A 78ª Volta a Portugal Santander Totta realizou-se entre os dias 27 de Julho e 7 de Agosto. A prova rainha do calendário nacional teve transmissão diária televisiva na estação pública de televisão RTP, com directos a partir das 16h no canal RTP1.

Et10 Volta a Portugal: Rui Vinhas, de gregário a conquistador da Volta

De gregário a líder da 78ª Volta a Portugal Santander Totta, aos 29 anos Rui Vinhas (W52-FC Porto) demonstrou que a qualidade inerente a muitos ciclistas de trabalho, os chamados gregários, pode levar a belas surpresas como a conquista da prova rainha do calendário nacional. Todos sonham com a amarela, Rui Vinhas conquistou-a contra todos os favoritismos e probabilidades, completando o pódio da geral o companheiro e bi-campeão da Volta Gustavo Veloso e Daniel Silva (Rádio Popular-Boavista).

Et9 Volta a Portugal: Bis de Daniel Mestre a um dia de Rui Vinhas poder vencer a amarela

Daniel Mestre abriu e fechou as etapas em linha com duas vitórias para a Efapel. O corredor alentejano de 30 anos sprintou para a vitória em Setúbal, após o dia todo em fuga. Alejandro Marque (LA Alumínios-Antarte) e Alessio Taliani (Androni Giocattoli-Sidermec) fecharam o pódio da jornada. Rui Vinhas (W52-FC Porto) manteve a camisola amarela e o sonho de vencer amanhã a 78ª Volta a Portugal Santander Totta.

Et8 Volta a Portugal: Ezquerra dá 1ª vitória a Sporting-Tavira em dia de corrida neutralizada

O espanhol Jesus Ezquerra deu à equipa Sporting CP-Tavira a primeira vitória na 78ª Volta a Portugal Santander Totta. Samuel Caldeira (W52-FC Porto) e Nathan Earle (Drapac) completaram o pódio da jornada mais longa, que esteve interrompida devido ao pelotão enganar-se no percurso. Rui Vinhas (W52-FC Porto) manteve-se consistente na defesa da camisola amarela.

Et7 Volta a Portugal: José Gonçalves triunfa em Castelo Branco, Rui Vinhas mantém amarela

José Gonçalves (Caja Rural-Seguros RGA) assegurou vitória lusa na chegada a Castelo Branco, superando ao sprint Samuel Caldeira (W52-FC Porto) e Francesco Gavazzi (Androni Giocattoli-Sidermec). Rui Vinhas (W52-FC Porto) manteve com tranquilidade a liderança da 78ª Volta a Portugal Santander Totta.

Et6 Volta a Portugal: bis de Veloso e amarela de Vinhas em dia de ataque de Brandão

Gustavo Veloso (W52-FC Porto) conquistou a etapa rainha da 78ª Volta a Portugal Santander Totta e o companheiro Rui Vinhas manteve a camisola amarela em dia da impiedosa Torre. Mas o herói e mais combativo do dia foi o rival Joni Brandão (Efapel), protagonista de um ataque em solitário a 86 km para a meta, somente alcançado nos 2 km finais.

Ciclismo luso nos Jogos Olímpicos do Rio

O ciclismo português de estrada vai estar representado nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro por André Cardoso (Cannondale-Drapac), o campeão nacional de fundo José Mendes (Bora-Argon18), o campeão nacional de contra-relógio Nelson Oliveira (Movistar Team) e o campeão do mundo de 2013 Rui Costa (Lampre-Merida). Na vertente de BTT, a representação das cores lusitanas vai estar a cargo do campeão nacional de XCO David Rosa e do campeão do mundo de maratonas XCM Tiago FerreiraEm paraciclismo, Luís Costa (Sporting CP-Tavira) e Telmo Pinão (Bairrada) são os rostos em competição, ambos campeões nacionais de fundo e contra-relógio nas suas classes.

Et5 Volta a Portugal: Vicente de Mateos triunfa em Viseu, Vinhas mantém amarela

Vicente de Mateos (Louletano-Hospital de Loulé) conseguiu hoje em Viseu a vitória muito procurada desde o início da 78ª Volta a Portugal Santander Totta. Na Avenida Europa, o espanhol de 27 anos superou ao sprint o italiano Rinaldo Nocentini (Sporting CP-Tavira) e o aniversariante do dia, o italiano Francesco Gavazzi (Androni Giocattoli-Sidermec). Rui Vinhas (W52-FC Porto) manteve a camisola amarela.