Joni Brandão é o Ciclista do Ano 2018



A regularidade obtida ao longo da época, nas provas do calendário nacional de estrada, valeu a Joni Brandão (Sporting-Tavira) a conquista do Ranking Ciclista do Ano 2018, elaborado pela Associação Portuguesa de Ciclistas Profissionais (APCP). Sporting-Tavira imperou por equipas e Francisco Campos (Miranda-Mortágua) como primeiro sub-23.

Competições internacionais lusas e possível ProTeam em 2019


Innsbruck, na Áustria, tem sido por estes dias palco dos Campeonatos do Mundo de Estrada e de importantes reuniões no que concerne o ciclismo profissional. Desde a eleição para a presidência da CPA (Associação de Ciclistas Profissionais), que ditou a vitória de Gianni Bugno para o terceiro mandato consecutivo, derrotando David Millar, até à aprovação da Reforma do ciclismo profissional e do calendário internacional 2019 pela UCI (União Ciclista Internacional), que definiu 30 dias de competição internacional em Portugal. A FPC (Federação Portuguesa de Ciclismo) informou também em comunicado sobre a candidatura das equipas lusas para 2019, destacando-se a possível subida da W52-FC Porto ao escalão Profissional Continental (ProTeam).

Aprovadas mudanças no ciclismo profissional


A Reforma do ciclismo profissional foi aprovada pelo Comité da União Ciclista Internacional (UCI), após ser aprovada por unanimidade pelo Conselho de Ciclismo Profissional (CCP), composto por representantes de equipas, ciclistas e organizadores. O encontro teve lugar estes dias na Áustria, país anfitrião dos Campeonatos do Mundo de Estrada.

Venceslau Fernandes conquistou o princípio de um sonho


Em 2016, confessou-nos o sonho de ser um dia o segundo Venceslau Fernandes a vencer a Volta a Portugal. Referia-se ao pai, que venceu a Volta dos profissionais em 1984. Passados dois anos da entrevista ao Cycling & Thoughts, o jovem Venceslau, agora com 22 anos, conquistou o princípio de um sonho: venceu a Volta a Portugal do Futuro, prova rainha do último escalão de formação.

No velódromo, foi tudo como imaginava


É o som das rodas a deslizar pela madeira, é o bailado das bicicletas ao longo da pista, é a adrenalina sentida a cada pedalada, é a simbiose perfeita entre o atleta e a máquina, é a forte ligação entre o ciclista e o ambiente que o rodeia. Esta é a magia do velódromo… Ou tão-somente a magia que quem vos escreve sentiu na primeira vez que pisou um velódromo.

Joni Brandão novo líder do ranking APCP


A Volta a Portugal provocou mudanças no ranking APCP ‘Ciclista do Ano’, com Joni Brandão (Sporting-Tavira) a assumir em Agosto a liderança da tabela nacional com 1177 pontos. O anterior líder, o campeão nacional Domingos Gonçalves (RP-Boavista), desceu a terceiro com 877 pontos, enquanto o vencedor da Volta, Raúl Alarcón (W52-FC Porto) subiu a segundo com 955 pontos.

João Matias: “Cheguei a bater de porta em porta a pedir dinheiro para comprar uma bicicleta de pista”


João Matias encaminha-se para o final da sua melhor época, afirmando-se aos 27 anos como um dos mais fortes sprinters do pelotão nacional. Ao carácter decidido e à qualidade demonstrada na estrada, onde alcançou a vitória da última etapa no Grande Prémio Nacional 2 e esteve na discussão de etapas na Volta ao Alentejo, no Grande Prémio JN e Abimota, Troféu Joaquim Agostinho e Volta a Portugal, o corredor da Vito-Feirense-Blackjack somou uma época de glória em pista. Aos títulos nacionais em eliminação e perseguição individual, juntou na Alemanha a vitória em três disciplinas no Dudenhofen International Sprint and Omnium Meeting e o relevante pódio na disciplina olímpica de madison na Eulen-Renntag Ludwigshafen.

Entrevista a César Martingil: “Está na altura de integrar uma nova equipa”


Aos 23 anos, César Martingil (Liberty Seguros-Carglass) foi um dos jovens rostos do pelotão nacional que mais destaque garantiu na temporada de 2018. Perto de vestir a camisola amarela na Volta a Portugal, a brilhante performance no contra-relógio do prólogo deu-lhe a visibilidade há muito merecida. Por dois segundos, viu a vitória e a amarela escapar para o internacional luso Rafael Reis (Caja Rural-Seguros RGA), mas não o impediu de subir ao pódio como melhor jovem durante três dias consecutivos.

Vito-Feirense-Blackjack no pódio da Volta a Portugal


O regresso do Clube Desportivo Feirense à prova rainha do calendário nacional terminou de forma brilhante. A Vito-Feirense-Blackjack subiu ao pódio pela conquista da camisola branca RTP da juventude com Xuban Errazkin, fechou com Edgar Pinto em 4º da geral individual e impôs-se como a 5ª equipa mais forte entre as 19 presentes num pelotão de 131 corredores.

Percurso 26.ª Volta a Portugal do Futuro


A 26.ª edição da Volta a Portugal do Futuro Liberty Seguros decorre entre os dias 5 e 9 de Setembro, sendo percorridos 612,9 quilómetros com partida em Águeda e o final inserido no Festival Bike, em Santarém. Em dia de descanso da Volta dos profissionais, a organizadora Podium-Events divulgou o percurso de 2018 da prova rainha do escalão sub-23.

Domingos Gonçalves mantém liderança do ranking APCP


No final do mês de Julho, o ranking nacional APCP não sofreu alterações nas diversas lideranças. Domingos Gonçalves (RP-Boavista) manteve o comando do ranking ‘Ciclista do Ano’, Xuban Errazkin (Vito-Feirense-Blackjack) manteve-se como melhor sub-23 e a equipa Sporting-Tavira permaneceu líder no colectivo.

Entrevista a Joaquim Andrade: a formação Feirense


No final de 1983, o Clube Desportivo Feirense escrevia uma nova página na sua história desportiva, abrindo as portas ao ciclismo com a criação da equipa Feirense-Ruquita. Contudo, desengane-se quem pense que esta era já a equipa de profissionais, que chegaram à vitória da grande Volta a Portugal, em 1990, com Fernando Carvalho. Bem longe disso, nos seus inícios na modalidade, o Feirense deu as primeiras pedaladas no escalão de juniores. Hoje em dia, a ligação aos escalões de formação continua a ser uma preocupação bem presente no projecto Vito-Feirense-Blackjack.

Entrevista a Isabel Fernandes: “África leva-nos a colocar em causa as nossas prioridades de Primeiro Mundo”


O ciclismo apareceu na vida profissional de Isabel Fernandes em 1987 para não mais sair. De comissária estagiária em 1989, chegou ao patamar de comissária internacional dez anos depois, realizando diversas funções na modalidade ao longo dos anos, nomeadamente intérprete e relações públicas de equipas, membro da APCP (Associação Portuguesa de Ciclistas Profissionais) e da organização de várias provas como os Campeonatos da Europa e do Mundo, em Lisboa.

Alarcón rei da Nacional 2


Aos 32 anos, Raúl Alarcón continua a escrever marcos históricos na história do ciclismo português. O espanhol da W52-FC Porto converteu-se no vencedor da camisola amarela da 1.ª edição do Grande Prémio de Portugal Nacional 2, dominando do início ao fim a nova prova por etapas do calendário luso.

Estreia do 1º Circuito Urbano Clube de Ciclismo Amaro Antunes


O Clube de Ciclismo Amaro Antunes divulgou uma grande novidade. No dia 18 de Agosto, celebra em Vila Nova de Cacela o 1º CIRCUITO URBANO CLUBE DE CICLISMO AMARO ANTUNES.

Quem é o vencedor do Troféu Joaquim Agostinho?

José Neves entrou em 2018 para a poderosa W52-FC Porto e com ela acabou de conquistar uma das corridas mais emblemáticas do calendário nacional: o Grande Prémio Internacional de Torres Vedras – Troféu Joaquim Agostinho.

Óscar Hernández triunfa em Torres e arrebata amarela


O espanhol Óscar Hernández (Aviludo-Louletano-Uli) fugiu para a vitória no final do circuito de Torres Vedras e arrebatou a liderança da camisola amarela, a uma etapa do final do 41.º Grande Prémio Internacional de Torres Vedras – Troféu Joaquim Agostinho.

TJA2018: Barthe impõe-se ao sprint frente a Matias

O português João Matias (Vito-Feirense-Blackjack) tomou as rédeas do pelotão ao início da recta da meta em Sobral de Monte Agraço, mas viu a vitória fugir em cima do risco para o sprint mais forte de Cyril Barthe, francês da equipa Pro Continental Euskadi-Murias. José Neves (W52-FC Porto) subiu à liderança da camisola amarela, destronando Rafael Reis (Caja Rural-Seguros RGA) para o segundo lugar da geral do Troféu Joaquim Agostinho.

TJA2018: Rafael Reis vence crono no Turcifal

O ciclista internacional Rafael Reis (Caja Rural-Seguros RGA) abriu com uma vitória a 41.ª edição do Grande Prémio Internacional de Torres Vedras - Troféu Joaquim Agostinho, convertendo-se no primeiro líder da camisola amarela.

Domingos Gonçalves lidera ranking nacional


A dupla vitória do campeonato nacional de fundo e de contra-relógio elevou Domingos Gonçalves (RP-Boavista) ao primeiro lugar do ranking nacional APCP ‘Ciclista do Ano’, no final do mês de Junho. Xuban Errazkin (Vito-Feirense-Blackjack) destacou-se enquanto melhor sub-23 e Sporting-Tavira subiu à liderança por equipas.

Razões para não perder o Tour


PERCURSO

A 105.ª Volta a França decorre entre 7 e 29 de Julho, num total de 3.351 quilómetros distribuídos em 21 etapas, onde cada ciclista terá a oportunidade de poder brilhar na sua especialidade: um contra-relógio individual, um contra-relógio por equipas, oito etapas planas a pensar nos sprinters, cinco etapas acidentadas e seis de montanha, três das quais com final em alto.

Campeões nacionais cadetes e juniores 2018


Este fim-de-semana, Castelo de Vide recebeu os Campeonatos Nacionais de cadetes e juniores masculinos e femininas, mais as master femininas. Nas provas de fundo sagraram-se campeões o júnior Pedro Andrade(*) (Vito-Feirense-Blackjack) e o cadete Rúben Silva (Silva & Vinha/Adrap/Sentir Penafiel). Nas provas de contra-relógio, o ouro ficou entregue ao júnior Guilherme Mota (Alcobaça CC/Crédito Agrícola) e ao cadete João Ferreira (Cruz de Cristo).

Prata e bronze nos Jogos do Mediterrâneo


Onze ciclistas lusos estiveram presentes nos Jogos do Mediterrâneo, em Tarragona, Espanha. André Carvalho (Liberty Seguros-Carglass), Domingos Gonçalves (RP-Boavista), Francisco Campos (Miranda-Mortágua), Frederico Figueiredo e Joni Brandão (Sporting-Tavira), João Rodrigues (W52-FC Porto), Rafael Silva (Efapel), Tiago Antunes (Aldro) e as femininas Daniela Reis (Doltcini-Van Eyck Sport), Maria Martins e Soraia Silva (Sopela) constituíram a Selecção, que arrecadou duas medalhas para Portugal.

Troféu Joaquim Agostinho reduzido em 2018


O Grande Prémio Internacional de Torres Vedras – Troféu Joaquim Agostinho celebra a 41.ª edição entre os dias 12 e 15 de Julho. Reduzido a quatro dias de competição, percorrerá um total de 486 quilómetros divididos entre o prólogo e três etapas, a fim de se descobrir o sucessor do vencedor de 2017, Amaro Antunes.

Apresentado percurso da Volta a Portugal 2018

Camisolas oficiais da 80.ª Volta a Portugal (Foto: Helena Dias)

Foi hoje levantado o véu da 80.ª Volta a Portugal Santander no Teatro Thalia, em Lisboa. Organizada pela Podium Events, a prova rainha lusa totalizará 1578,9 quilómetros e estará na estrada entre os dias 1 e 12 de Agosto, abrindo e fechando com um contra-relógio individual. Setúbal receberá a Grande Partida e o cair do pano será em Fafe, onde se descobrirá o sucessor de Raúl Alarcón (W52-FC Porto), vencedor em 2017.

Coroados campeões nacionais lusos 2018


A vila de Belmonte, em Castelo Branco, foi palco dos Campeonatos Nacionais de Estrada 2018. Domingos Gonçalves (RP-Boavista) somou dupla vitória nas provas de contra-relógio e de fundo em elites, tal como Daniela Reis (Doltcini-Van Eyck Sport) nas provas de elites femininas. Em sub-23, os gémeos Oliveira dividiram entre si as medalhas de ouro, com Ivo Oliveira (Hagens Berman Axeon) a vencer o ‘crono’ e Rui Oliveira (Hagens Berman Axeon) a prova de fundo.

Dois meses de paragem marcados por vitórias na estrada e mudanças na APCP


Desde a realização da Clássica da Primavera, no início de Março, o blog Cycling & Thoughts sofreu uma paragem, mas a competição continuou com as equipas lusas a lutarem pela vitória dentro e fora do país e Luís Mendonça a assumir a liderança do ranking APCP ‘Ciclista do Ano’. O ciclista da Aviludo-Louletano-Uli subiu ao comando da tabela nacional em Março, fruto da preponderante conquista da Volta ao Alentejo, dividindo a liderança em Abril com Domingos Gonçalves, campeão nacional de contra-relógio ao serviço da RP-Boavista. A W52-FC Porto apossou-se do comando do ranking ‘Equipa do Ano’ e o basco Xuban Errazkin, este ano a defender as cores da Vito-Feirense-Blackjack, tomou para si o lugar de melhor sub-23 do ranking, título que venceu em 2017.

Domingos Gonçalves conquista Clássica da Primavera


Domingos Gonçalves (RP-Boavista) surpreendeu os sprinters e arrancou para a vitória da Clássica da Primavera. Samuel Caldeira (W52-FC Porto), vencedor em 2012, e Rafael Silva (Efapel) completaram o pódio.

Shaun-Nick Bester e Declan Sidey conquistam PE Plett MTB


Shaun-Nick Bester (Silverback Volvo) e Declan Sidey (Mad Macs p/b hazz) formaram a dupla vencedora da competição de BTT sul-africana PE Plett, vencendo as quatro etapas e a geral na categoria equipa. Na categoria solo feminina, a vitória pertenceu a Yolande de Villiers (Silverback Volvo).

Nelson Oliveira abre Ranking APCP 2018 na liderança

O Ranking APCP Ciclista do Ano 2018 abriu com três internacionais lusos a ocuparem os primeiros lugares: Nelson Oliveira (Movistar Team) na liderança, seguido de Tiago Machado (Katusha-Alpecin) e Rúben Guerreiro (Trek-Segafredo).

Apresentado percurso da Volta ao Alentejo 2018

Entre 14 e 18 de Março, 21 equipas irão disputar a 36ª Volta ao Alentejo (site oficial), num total de 751,9 quilómetros ao longo de seis etapas. Em 2018, a prova regressa à categoria UCI 2.2, podendo com esta alteração receber as equipas de clube no pelotão.

Jorge Marques: “É a época do tudo ou nada”

A sede do Sport Clube Escolar Bombarralense recebeu na tarde de sábado a apresentação oficial das equipas para a presente temporada. Depois de nas últimas épocas o Clube se ter afirmado no escalão júnior, o ano de 2018 marca a estreia do Bombarralense no escalão sub-23, onde irá pedalar Jorge Marques.

João Matias e Liliana Jesus vencedores da Taça de Pista

O Critério Sunlive encerrou a Taça de Portugal de Pista, consagrando como vencedores em elites João Matias (Vito-Feirense-Blackjack) e Liliana Jesus (Clube BTT Seia).

Et5 #VAlgarve2018: Kwiatkowski vs Guerreiro

A última etapa garantiu emoção até ao último metro do Malhão. Os culpados foram Michal Kwiatkowski (Sky) e Rúben Guerreiro (Trek-Segafredo), com o campeão do mundo de Ponferrada a vencer por quatro segundos sobre o campeão nacional português de 23 anos. O polaco de 27 anos não só venceu a última etapa, como também a geral pela segunda vez na sua carreira (2018 e 2014).