98º Giro d’Italia: Lusos, favoritos e etapas

André Cardoso (Cannondale-Garmin), Fábio Silvestre (Trek Factory Racing) e Sérgio Paulinho (Tinkoff-Saxo) são os heróis lusos presentes no Giro d’Italia 2015. Na batalha “Fight For Pink”, os três ciclistas têm um papel semelhante de apoio aos respectivos líderes, nunca colocando de parte a busca por uma etapa, caso a oportunidade se desenhe no asfalto.

Pelo segundo ano consecutivo, aos 30 anos de idade André Cardoso pedala o Giro, tendo na sua estreia em 2014 finalizado em 20º da geral. Em estreia na Corsa Rosa, Fábio Silvestre cumpre aos 25 anos a sua primeira volta de três semanas. Separados por uma década, Sérgio Paulinho não é novato nas grandes voltas, contando já com seis participações na Vuelta a España e sete no Tour de France. Contudo, o Giro nunca fez parte do seu calendário, estreando-se aos 35 anos na mais bela das três grandes provas do ciclismo mundial.

Dos três lusos, Sérgio Paulinho foi quem saboreou vitórias em etapa na Vuelta de 2006 (Et9 Avilés / Museo de Altamira) e no Tour de 2010 (Et10 Chambéry / Gap), podendo abrilhantar ainda mais o seu palmarés com uma jornada no Giro. Não seria um feito inédito na história do ciclismo português, que teve no grande Acácio da Silva um verdadeiro conquistador na Corsa Rosa. Ao longo da sua carreira triunfou em cinco etapas e chegou a vestir a sonhada maglia rosa em 1989, ano do seu último triunfo no alto do Monte Etna, ao final da 2ª etapa. Até então, tinha brilhado em duas jornadas na edição de 1985 (Et8 Foggia / Matera e Et10 Crotone / Paola) e de 1986 (Et9 Avezzano / Rieti e Et21 Bassano del Grappa / Bolzano).

Percurso Giro 2015 (site oficial)


Em 2015, a 98ª edição do Giro está na estrada de 9 a 31 de Maio e percorre um total de 3.490 km de San Lorenzo al Mare a Milão, divididos por 21 etapas: 1 contra-relógio individual, 1 contra-relógio por equipas, 7 etapas para sprinters, 5 de média montanha, 3 de média montanha com chegada em alto e 4 de alta montanha com chegada em alto. Entre as cidades palco da luta pela maglia rosa, conta-se a estreia de San Lorenzo al Mare (Et1), Albenga (Et2), Castiglione della Pescaia (Et6), Montecchio Maggiore (Et13) e Gravellona Toce (Et19). A derradeira jornada tem o aliciante de partir de Torino, Capital Europeia do Desporto 2015.

Quem irá vestir a maglia rosa no final das três semanas é uma total incógnita, embora haja nomes mais destacados entre os favoritos. O espanhol Alberto Contador (Tinkoff-Saxo) assinala-se como o máximo favorito à vitória já alcançada por si em 2008 e 2011, propondo-se no presente ano ao duplo desafio de vencer Giro e Tour na mesma temporada, contando para tal com Sérgio Paulinho na armada russa. O australiano Richie Porte (Sky), que teve a sua melhor participação em 2010 com um 7º lugar na geral e vive um início de ano recheado por 8 vitórias mais o Campeonato Nacional Australiano de contra-relógio. O colombiano Rigoberto Urán (Etixx-Quick Step), duas vezes 2º no pódio de 2013 e 2014. Os italianos Fabio Aru (Astana) e Domenico Pozzovivo (AG2R La Mondiale), respectivamente 3º e 5º na geral de 2014. Entre os principais contenders há ainda outro vencedor de 2012, o canadiano Ryder Hesjedal (Cannondale-Garmin) que conta, à semelhança do ano passado, com o apoio precioso de André Cardoso.

Tudo para ser seguido ao pormenor no Eurosport (ver programação).



ETAPAS
Dia 09 Et1 - 17,6 km CRE San Lorenzo al Mare / Sanremo
Dia 10 Et2 - 177 km Albenga / Genova [sprint]
Dia 11 Et3 - 136 km Rapallo / Sestri Levante [média montanha]
Dia 12 Et4 - 150 km Chiavari / La Spezia [média montanha]
Dia 13 Et5 - 152 km La Spezia / Abetone [média montanha c/ chegada em alto]
Dia 14 Et6 - 183 km Montecatini Terme / Castiglione della Pescaia [sprint]
Dia 15 Et7 - 264 km Grosseto / Fiuggi [sprint]
Dia 16 Et8 - 186 km Fiuggi / Campitell Matese [média montanha c/ chegada em alto]
Dia 17 Et9 - 215 km Benevento / San Giorgio del Sannio [média montanha c/ chegada em alto]
Dia 18 DESCANSO
Dia 19 Et10 - 200 km Civitanova Marche / Forlì [sprint]
Dia 20 Et11 - 153 km Forlì / Imola [média montanha]
Dia 21 Et12 - 190 km Imola / Vicenza [média montanha]
Dia 22 Et13 - 147 km Montecchio Maggiore / Jesolo [sprint]
Dia 23 Et14 - 59,4 km CRI Treviso / Valdobiandene
Dia 24 Et15 - 165 km Marostica / Madonna di Campiglio [alta montanha c/ chegada em alto]
Dia 25 DESCANSO
Dia 26 Et16 - 174 km Pinzolo / Aprica [alta montanha c/ chegada em alto]
Dia 27 Et17 - 134 km Tirano / Lugano [sprint]
Dia 28 Et18 - 170 km Melidee / Verbania [média montanha]
Dia 29 Et19 - 236 km Gravellona Toce / Cervinia [alta montanha c/ chegada em alto]
Dia 30 Et20 - 196 km Saint-Vincen / Sestriere [alta montanha c/ chegada em alto]
Dia 31 Et21 - 185 km Torino / Milano [sprint]


______
(escrito em português de acordo com a antiga ortografia)

Sem comentários:

Enviar um comentário