Quem sou

No alto do Castelo de S. Jorge,
recanto perfeito para vislumbrar toda Lisboa.

Alfacinha de gema, nasci em Lisboa e aprendi a amar esta cidade com todas as suas tradições e peculiaridades, que fazem dela um dos maiores pólos de atracção turística da Europa. Habituada à pacatez e familiaridade de outrora, foi com alguma relutância que me fui habituando à azáfama e ao turbilhão de pessoas que a invadem na actualidade.


Na capital, completei em 2002 a licenciatura em Comunicação Social e Cultural, na Universidade Católica Portuguesa, com o objectivo de viver de perto a arte e a cultura do meu país. Entrar no mundo imaginário dos Museus era o passo a seguir, mas a eterna paixão pela escrita empurrou-me para algo bem diferente e mais tarde, em 2010, essa mesma paixão fez-me entrar num mundo feito de heróis e de sonhos: o ciclismo.

Desde então, a escrita e o ciclismo uniram-se num só, fazendo parte da minha vida e preenchendo-a de palavras, histórias, entrevistas, ciclistas, bicicletas, corridas, vitórias, derrotas, lágrimas e sorrisos.


Momento predilecto: ouvir as histórias dos heróis
das bicicletas. Aqui a entrevistar Mario González.

Quanto ao meu percurso profissional nesta área, trabalho a comunicação da equipa continental Vito-Feirense-Blackjack (desde 2018), dClube de Ciclismo Amaro Antunes (desde 2017) e da APCP – Associação Portuguesa de Ciclistas Profissionais (desde 2012). Em Maio de 2018, aceitei o aliciante desafio de colaborar com notícias para o site de Rui Costa, Campeão do Mundo de 2013. Colaboro também pontualmente com alguns blogues e sites internacionais.

Anteriormente, fui responsável de imprensa do site espanhol Pedaleo (em 2012 e 2013), onde tudo começou a sério para mim no ciclismo, numa família com quem aprendi e cresci no mundo das bicicletas. No final de 2017 e início de 2018, vivi sete meses de uma experiência inesquecível e enriquecedora no jornal O Jogo.

No blog Cycling & Thoughts, que vejo crescer anualmente, partilho a minha paixão por este inigualável desporto e agradeço a vossa companhia.

Helena Dias
(contacto: hif.dias@gmail.com)


Vídeo-entrevista ao máximo campeão português da Volta a Portugal, que realizei em 2013 para o site Pedaleo. Marco Chagas, vencedor de 4 Voltas a Portugal, foi o herói da história do ciclismo português que me fez apaixonar em criança por esta modalidade.


10 comentários:

  1. parabens , vè-se que vives a fundo o ciclismo

    ResponderEliminar
  2. Olá, um dia talvez se queres escrever um articulo de mecânicos e massagistas portuguêses, eu posso ajudar-te ��

    ResponderEliminar
  3. Anónimo10/2/17

    Helena: és única a fazer este excelente trabalho! Fosse eu um excêntrico milionário (tipo Tinkov), contratava-te para vivermos da cobertura jornalística deste excelente desporto. Um bem haja. PC

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo11/2/17

      Realmente por todo o trabalho feito ao longo de anos merecia muito mais.

      Eliminar
  4. Anónimo18/12/17

    Muitos parabéns pelo trabalho de qualidade que é demonstrado! Eu,sou sou teu fan! O tratamento amistoso é de amizade e apreço!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada pelas palavras e pelo acompanhamento do meu trabalho!

      Eliminar
    2. Parabéns Helena.
      Um trabalho extraordinário, que merece grandes louvores e que muita gente não tem ideia o quanto custa, mas sendo feito com todo o prazer por quem gosta é o mesmo que dizer "quem corre por gosto não se cansa".
      Um bem haja pelo trabalho em prol de uma modalidade que no passado era uma grande festa nas estradas e terras por onde passava.

      Eliminar
    3. Muito obrigada, Manuel Azevedo!

      Eliminar
  5. Parabéns Helena! Votos de muito sucesso pessoal e profissional! Mereces 😊 Beijinhos e tudo de bom

    ResponderEliminar