Joni Brandão é o Ciclista do Ano 2018



A regularidade obtida ao longo da época, nas provas do calendário nacional de estrada, valeu a Joni Brandão (Sporting-Tavira) a conquista do Ranking Ciclista do Ano 2018, elaborado pela Associação Portuguesa de Ciclistas Profissionais (APCP). Sporting-Tavira imperou por equipas e Francisco Campos (Miranda-Mortágua) como primeiro sub-23.

Joni Brandão não podia coroar de melhor forma a segunda época ao serviço da esquadra tavirense/leonina. A vitória do ranking nacional veio atenuar o mau momento vivido no ano transacto, fruto de problemas de saúde, que se mostraram totalmente sanados em 2018.

Embora sem vitórias a nível pessoal, a presente temporada foi recheada de lugares de destaque nas principais provas nacionais: 2º na Volta a Portugal, 2º no Campeonato Nacional de Fundo, 2º na Clássica Aldeias do Xisto, 3º no Grande Prémio Beiras e Serra da Estrela, 3º no Grande Prémio Jornal de Notícias, 3º no Troféu Joaquim Agostinho e 7º no Troféu Liberty Seguros.

Para além do destaque conseguido nas classificações gerais, Joni Brandão esteve ainda perto de diversas vitórias em etapas, totalizando 15 Top 10, dos quais sete foram em jornadas da Volta a Portugal. Um excelente ano para o corredor que em 2019 regressa à Efapel, onde esteve quatro anos antes de ingressar na esquadra verde e branca.

Desta forma, Joni Brandão venceu o Ranking Ciclista do Ano com 1177 pontos, ficando em segundo Raúl Alarcón (W52-FC Porto) com 955 pontos, vencedor das provas de categoria internacional Volta a Portugal e Grande Prémio Nacional 2, que se manterá com os azuis e brancos em 2019, época que se antevê de subida da equipa ao escalão Profissional Continental. A completar o pódio ficou Domingos Gonçalves (RP-Boavista) com 878 pontos, campeão nacional de fundo e de contra-relógio, que em 2019 ruma à espanhola Caja Rural-Seguros RGA, por onde já passou em 2016.

Nos mais jovens corredores do pelotão, foi Francisco Campos (Miranda-Mortágua) quem se destacou em primeiro entre os sub-23, ocupando o 25º lugar com 205 pontos, seguido do basco Xuban Errazkin (Vito-Feirense-Blackjack) em 33º com 136 pontos.

No que concerne o Ranking Equipa do Ano, Sporting-Tavira destronou a vencedora dos anos transactos e conquistou a vitória com 2421 pontos, ficando assim a W52-FC Porto em segundo com 2333 pontos e Aviludo-Louletano-Uli em terceiro com 2332 pontos.

Melhores resultados das equipas lusas em 2018, aqui!

Ranking Final APCP 2018:




Sem comentários:

Enviar um comentário