João Barbosa conquista Prémio Anadia, César Martingil vence última etapa

João Barbosa, de 19 anos, deu à equipa Maia a primeira vitória da temporada ao conquistar o Prémio Anadia Capital do Espumante, sucedendo a Fábio Mansilhas (Miranda-Mortágua) no palmarés da jovem competição que realizou a sua 2ª edição. Completaram o pódio da geral a 7 segundos Fábio Oliveira (Moreira Congelados-Feira-Bicicletas Andrade) e a 16 segundos Marvin Scheulen (Sicasal-Constantinos-Delta Cafés). A vitória da derradeira etapa sorriu a César Martingil (Liberty Seguros-Carglass).


A segunda e última jornada viu David Ribeiro (Liberty Seguros-Carglass) envergar a camisola amarela à partida do Largo da Estação da Curia, estando João Barbosa (Maia) em 6º na geral, com o mesmo tempo do líder.

Neste domingo, percorreram-se 135 km até à chegada de 3ª categoria do Monte Crasto, desta feita efectuada pelo lado poente. Ao longo do percurso, o pelotão superou ainda duas 3ªs categorias ao km 25,8 e km 103,9, passando uma primeira vez pela meta a 12,2 km para o final.

Tal como sucedeu na etapa anterior, a equipa Liberty Seguros-Carglass conseguiu impor-se na linha de meta, hoje pelos pedais de César Martingil, que há poucos dias venceu a prova de eliminação na Pista da Malveira. A vitória isolada na meta consolidou-se a 5 segundos de Hugo Nunes (Miranda-Mortágua) e 7 segundos de Fábio Oliveira (Moreira Congelados-Feira-Bicicletas Andrade).

Em 4º cruzou a linha João Barbosa, que na sua página de facebook reflectiu a importância da conquista da camisola amarela: “Finalmente!!! Muito obrigado equipa por toda a confiança depositada! Foram fantásticos.” Este ano tinha-se destacado em 5º no Grande Prémio Maceda, 9º na classificação da juventude da Volta a Albergaria e 10º na prova espanhola Diptico de Vigo.

Nas demais classificações, Gonçalo Leaça (Sicasal-Constantinos-Delta Cafés) conquistou a camisola da montanha, o companheiro de equipa Rafael Apolinário os sprints e o mexicano Leonel Palama Dajui (Guerciotti-Redondela) venceu a geral por pontos, as metas volantes e a juventude. O prémio combatividade ficou nas mãos de Pierre Tartié (Maia).

Por equipas venceu a Sicasal-Constantinos-Delta Cafés, seguida da Miranda-Mortágua e Liberty Seguros-Carglass.
 
Pódio do Prémio Anadia: João Barbosa, Fábio Oliveira e Marvin Scheulen (© SCSJ Ver)


Resultados Et2 [resultados completos]
1º César Martingil (Por) Liberty Seguros-Carglass 3:21:12
2º Hugo Nunes (Por) Miranda-Mortágua +5s
3º Fábio Oliveira (Por) Moreira Congelados-Feira-Bicicletas Andrade +7s
4º João Barbosa (Por) Maia +7s
5º Marvin Scheulen (Por) Sicasal-Constantinos-Delta Cafés +13s
6º Pierre Tartié (Fra) Maia +37s
7º Francisco Campos (Por) Miranda-Mortágua +41s
8º Gonçalo Leaça (Por) Sicasal-Constantinos-Delta Cafés +41s
9º André Ramalho (Por) Jorbi-Team José Maria Nicolau +41s
10º Paulo Silva (Por) Sicasal-Constantinos-Delta Cafés +41s

Classificação Geral Final
1º João Barbosa (Por) Maia 6:29:19
2º Fábio Oliveira (Por) Moreira Congelados-Feira-Bicicletas Andrade +7s
3º Marvin Scheulen (Por) Sicasal-Constantinos-Delta Cafés +16s
4º Francisco Campos (Por) Miranda-Mortágua +34s
5º Gonçalo Leaça (Por) Sicasal-Constantinos-Delta Cafés +34s
6º Pierre Tartié (Fra) Maia +43s
7º André Crispim (Por) Liberty Seguros-Carglass +53s
8º Jorge Magalhães (Por) Miranda-Mortágua +53s
9º André Ramalho (Por) Jorbi-Team José Maria Nicolau +54s
10º Paulo Silva (Por) Sicasal-Constantinos-Delta Cafés +59s

Sem comentários:

Enviar um comentário