TJAgostinho: Bis de Yannis Yssaad, José Neves mantém amarela

Yannis Yssaad (Armée de Terre) bisou noo Grande Prémio Internacional de Torres Vedras – Troféu Joaquim Agostinho. Na chegada ao Vimeiro, o ciclista francês imperou com 2 segundos sobre João Matias (LA Alumínios-Metalusa-BlackJack) e Rafael Silva (Efapel). José Neves (Liberty Seguros-Carglass) segurou a camisola amarela por 3 segundos.


Yannis Yssaad triunfa no Vimeiro (© Helena Dias)

José Neves mantém a camisola amarela do Troféu Joaquim Agostinho (© Helena Dias)

Ao Cycling & Thoughts, Yannis Yssaad disse: “Foi muito bom. No final acelerei e ‘voilà’, alcancei a minha segunda vitória aqui!”

Quanto a José Neves, falou ao Cycling & Thoughts sobre o principal objectivo para as próximas jornadas: “O objectivo passará por vencer a juventude. Vou tentar à tarde manter a camisola. Não vai ser fácil, mas agradeço aos ciclistas que me ajudaram hoje durante a etapa e à minha equipa.”

A terceira etapa deste sábado dividiu-se em dois sectores. De manhã, pedalaram-se 78 km entre Atouguia da Baleia e Vimeiro. Pela tarde, irá correr-se o circuito em Torres Vedras, num total de 111 km.

A viagem matinal teve como protagonistas da fuga os espanhóis Igor Merino (Burgos BH) e Garikoitz Bravo (Euskadi-Murias), escapados do pelotão desde os primeiros quilómetros. Zulmiro Magalhães (LA Alumínios-Metalusa-BlackJack) e Aitor Rodríguez (Caja Rural-Seguros RGA) ainda tentaram fazer a ponte para o duo da frente, mas sem êxito.

A dupla espanhola nunca chegou a superar os 3 minutos de vantagem, sempre controlados no pelotão pela equipa francesa Armée de Terre, que conseguiu anular a aventura dentro dos 2 km finais.

Depois de tanto trabalho ao longo da curta jornada, os franceses conquistaram o Vimeiro pelo sprint de Yannis Yssaad, vencedor da primeira etapa.

Yannis Yssaad subiu à liderança da classificação por pontos. José Neves manteve o comando da amarela e da classificação da juventude, estando apenas a 3 segundos do segundo classificado Amaro Antunes (W52-FC Porto), a 15 segundos de Frederico Figueiredo (Sporting-Tavira) e a 18 segundos do vencedor de 2016 Rinaldo Nocentini (Sporting-Tavira).

Amaro Antunes manteve o comando da montanha e do combinado, César Martingil (Liberty Seguros-Carglass) manteve a liderança das metas volantes e a W52-FC Porto por equipas.

Resultados Et3, 1ºsector [resultados completos]
1º Yannis Yssaad (Fra) Armée de Terre 1:46:48 [43,820 km/h]
2º João Matias (Por) LA Alumínios-Metalusa-BlackJack +2s
3º Rafael Silva (Por) Efapel +2s
4º Julen Irizar (Esp) Euskadi-Murias +3s
5º Trond Trondsen (Nor) Team Sparebanken Sor +3s
6º Jaume Sureda (Esp) Caja Rural-Seguros RGA +3s
7º Francisco Campos (Por) Miranda-Mortágua +3s
8º Amaro Antunes (Por) W52-FC Porto +3s
9º Rinaldo Nocentini (Ita) Sporting-Tavira +3s
10º David de la Fuente (Esp) Louletano-Hospital de Loulé +3s

Classificação Geral
1º José Neves (Por) Liberty Seguros-Carglass 9:22:46
2º Amaro Antunes (Por) W52-FC Porto +3s
3º Frederico Figueiredo (Por) Sporting-Tavira +15s
4º Rinaldo Nocentini (Ita) Sporting-Tavira +18s
5º Vicente de Mateos (Esp) Louletano-Hospital de Loulé +32s
6º Sérgio Paulinho (Por) Efapel +38s
7º Raúl Alarcón (Esp) W52-FC Porto +46s
8º João Benta (Por) RP-Boavista +49s
9º Pablo Torres (Esp) Burgos BH +56s
10º Gustavo Veloso (Esp) W52-FC Porto +1:06s
______
Ver também:

Sem comentários:

Enviar um comentário