GP Beiras: Omar Mendoza alcança 1ª vitória para equipa Bolivia

O colombiano Omar Mendoza (Equipo Bolivia), de 27 anos, conquistou a primeira vitória da temporada na chegada a Trancoso, na segunda etapa do Grande Prémio Internacional Beiras e Serra da Estrela. Alexander Evtushenko (Lokosphinx) manteve o comando da geral.


A jornada de ontem reduziu o pelotão a 99 corredores, que partiram hoje para a segunda etapa de 192 km a ligar Fornos de Algodres a Trancoso, com as dificuldades montanhosas a situarem-se na segunda metade: Castelo Rodrigo (3ªcat. km 112,1), Cidadelhe (2ªcat. km 134,9) e Mêda (3ªcat. km 158).

A fuga do dia formou-se com 20 km pedalados e teve como protagonistas os portugueses Rui Rodrigues (Louletano-Hospital de Loulé) e Rui Sousa (RP-Boavista), um dos ciclistas maltratados pelas quedas de ontem, o colombiano Oscar Qiroz (Burgos BH), o britânico Ian Bibby (JLT Condor) e o boliviano Carlos Amurrio (Equipo Bolivia).

A fuga chegou a rondar os 6 minutos de vantagem, sendo controlada pelo pelotão comandado pelas equipas lusas W52-FC Porto e Efapel. Na subida de Cidadelhe já a distância tinha sido encurtada, restando um trio na frente encabeçado por Bibby, que coroou os dois primeiros altos. O britânico não resistiu na frente, restando Quiroz na última subida de Mêda junto ao líder da montanha Omar Mendoza (Equipo Bolivia), que chegou à frente e coroou o último alto.

Após assegurar a permanência no comando da montanha, o colombiano fez valer os atributos demonstrados na especialidade de contra-relógio, sendo vice-campeão nacional em 2014 e 5º em 2016, e pedalou os derradeiros 22 km isolado na frente, mantendo uma cadência que lhe valeu chegar isolado à meta, conquistando a primeira vitória UCI para a Equipo Bolivia.

Apesar do esforço aliado de Efapel e Caja Rural-Seguros RGA nos derradeiros quilómetros, o pelotão não conseguiu evitar a vitória de Mendoza, chegando o grande grupo logo em seguida a 16 segundos.

O camisola amarela Alexander Evtushenko cruzou a linha inserido no pelotão, defendendo a liderança da geral. Nas classificações secundárias, Sérgio Paulinho (Efapel) subiu à liderança das metas volantes, Omar Mendoza (Equipo Bolivia) manteve o comando na montanha, Dmitrii Strakhov (Lokosphinx) na juventude e a Lokosphinx por equipas.

Amanhã, a terceira e última etapa irá ligar Belmonte a Manteigas num total de 163 km.
 
Líder da montanha Omar Mendoza triunfa em Trancoso (© Helena Dias)

Resultados Et2 [resultados completos]
1º Omar Mendoza (Col) Equipo Bolivia 5:09:16 [37,249 km/h]
2º Vicente de Mateos (Esp) Louletano-Hospital de Loulé +16s
3º Daniel Mestre (Esp) Efapel +16s
4º César Fonte (Por) LA Alumínios-Metalusa-BlackJack +16s
5º Raúl Alarcón (Esp) W52-FC Porto +16s
6º Luís Fernandes (Por) Sporting-Tavira +16s
7º Luís Gomes (Por) RP-Boavista +16s
8º João Benta (Por) RP-Boavista +16s
9º Ibai Salas (Esp) Burgos BH +16s
10º Sergei Shilov (Rus) Lokosphinx +16s

Classificação Geral
1º Alexander Evtushenko (Rus) Lokosphinx 10:23:24
2º Ricardo Mestre (Por) W52-FC Porto +8s
3º Jesús del Pino (Esp) Efapel +10s
4º Beñat Txoperena (Esp) Euskadi-Murias +13s
5º Nikodemus Holler (Ger) Bike Aid +3:07s
6º Vicente de Mateos (Esp) Louletano-Hospital de Loulé +3:43s
7º Daniel Mestre (Por) Efapel +3:45s
8º Sérgio Paulinho (Por) Efapel +3:45s
9º David de la Fuente (Esp) Louletano-Hospital de Loulé +3:46s
10º Bruno Silva (Por) Efapel +3:47s

______
Ver também:

Sem comentários:

Enviar um comentário