Maio de vitórias para equipas lusas

A temporada 2017 tem sido frutífera para as equipas portuguesas. A nível nacional e no estrangeiro, as esquadras lusas têm alcançado importantes triunfos, mantendo a senda vitoriosa em Maio. A W52-FC Porto foi quem mais se destacou neste mês.

Dumoulin, o novo herói do Giro

Tom Dumoulin (Team Sunweb) venceu a 100ª edição do Giro d’Italia, tornando-se no primeiro ciclista holandês a alcançar esse feito na história do ciclismo mundial. Na luta pela camisola rosa bateu os principais favoritos ao primeiro lugar do pódio, o colombiano Nairo Quintana (Movistar Team) e o italiano Vincenzo Nibali (Bahrain Merida), que terminaram em segundo e terceiro.

A primeira vitória de Dumoulin e da Sunweb num Grand Tour materializou-se por 31 segundos sobre Quintana e 40 segundos sobre Nibali, ambos vencedores de grandes voltas, nomeadamente da Corsa Rosa.

Amaro Antunes novo líder do Ranking APCP Ciclista do Ano

Amaro Antunes (W52-FC Porto) é o novo líder do Ranking APCP Ciclista do Ano. O ciclista portista subiu ao comando da tabela nacional com o 5º lugar alcançado no Grande Prémio JN, totalizando 488 pontos no final do mês de Maio. O italiano Rinaldo Nocentini (Sporting-Tavira) foi destronado para o 2º lugar, mantendo os mesmos 448 do mês anterior. Daniel Mestre (Efapel) subiu ao 3º lugar com 268 pontos, fruto das duas vitórias em etapa e o 4º lugar no Grande Prémio JN.

Análise à estreia de Rui Costa no Giro d'Italia

O ciclista português Rui Costa fechou a sua participação no Giro d’Itália em 27º da geral, nesta que foi a sua nona presença num Grand Tour, sendo oito realizadas no Tour de France. Aos 30 anos, o campeão do mundo de Florença estreou-se na Corsa Rosa como líder da UAE Team Emirates, ficando perto de alcançar a vitória em três etapas ao cruzar a meta em 2º. No lugar mais alto do pódio ficou Tom Dumoulin (Team Sunweb), primeiro holandês a conquistar o Giro.

Rui Costa chegou à 100ª edição do Giro com o objectivo declarado de alcançar a vitória numa etapa. A esquadra UAE Team Emirates atingiu esse objectivo na chegada ao Etna, com a vitória do esloveno Jan Polanc, ao mesmo tempo que o ciclista luso se aproximou do Top 10 da geral, meta nunca declarada por Rui Costa, mas esperada por quem acompanha a sua carreira.

Julian Madrigal vence Taça de Portugal Cadetes

O costa-riquenho Julian Madrigal (1/Junho/1998) sagrou-se vencedor da Taça de Portugal de Cadetes 2017, uma importante vitória para o Alcobaça Clube de Ciclismo, que conquistou igualmente a Taça em Juniores com Pedro Lopes.

Julian Madrigal é natural da província de San Jose, na Costa Rica, e cumpre a terceira temporada no Alcobaça CC, sendo este o segundo ano no escalão de cadetes. Em 2016 ganhou a Taça de Portugal Cadetes Zona B.

GPJN: Raúl Alarcón vence Grande Prémio JN, Daniel Mestre bisa em Valongo

Raúl Alarcón (W52-FC Porto) sagrou-se este domingo grande vencedor da 27ª edição do Grande Prémio Jornal de Notícias. O ciclista espanhol foi segundo na meta em Valongo, onde Daniel Mestre (Efapel) repetiu o triunfo da etapa anterior.

A quarta e última jornada correu-se em Valongo, casa da equipa W52-FC Porto do camisola amarela Raúl Alarcón, estando presente o presidente do Futebol Clube do Porto Pinto da Costa.

Estoniana Maaris Meier conquista Taça de Portugal

A ciclista estoniana Maaris Meier (Maiatos/Reabnorte) venceu em Gouveia a última prova e conquistou em elites a Taça de Portugal Femininas – Jogos Santa Casa. Marta Branco (Maiatos/Reabnorte), Daniela Campos e Lisa Torpes (5Quinas/Município de Albufeira) conquistaram a geral do troféu em juniores, cadetes e masters.

GPJN: Daniel Mestre triunfa em Ovar, Raúl Alarcón mantém amarela

A penúltima etapa do Grande Prémio Jornal de Notícias disputou-se num sprint a alta velocidade ganho por Daniel Mestre (Efapel), vencedor de duas etapas na Volta a Portugal 2016. Raúl Alarcón (W52-FC Porto) manteve a liderança da camisola amarela.

A terceira e penúltima etapa ligou em 178,4 km Viana do Castelo a Ovar, numa jornada montanhosa com a subida de 1ª categoria da Sra. da Assunção (km 69,8), a 3ª categoria do Alto de Rebordosa (km 90,9) e a 2ª categoria de Airas (km 146,3).

GPJN: Raúl Alarcón triunfa no crono e fortalece amarela

Raúl Alarcón (W52-FC Porto) foi o mais forte no contra-relógio individual e triunfou em Barcelos, fortalecendo a cada etapa a liderança do 27º Grande Prémio Jornal de Notícias.

Nesta tarde de sexta-feira, o 2º sector da segunda etapa disputou-se num esforço individual de 6,7 km em Barcelos com chegada ao Alto da Franqueira. O líder Raúl Alarcón (W52-FC Porto) partiu para o esforço individual com uma curta vantagem de 7s sobre João Benta (RP-Boavista) e 13s para Daniel Mestre (Efapel).

GPJN: Alarcón triunfa em Santa Luzia e consolida amarela

Raúl Alarcón (W52-FC Porto) consolidou a liderança do Grande Prémio Jornal de Notícias ao vencer hoje no alto de Santa Luzia. Sobre a linha de meta bateu João Benta (RP-Boavista) e Daniel Mestre (Efapel) fechou o pódio da etapa a 2 segundos.

Na manhã desta sexta-feira, o pelotão do Grande Prémio Jornal de Notícias enfrentou uma curta etapa com a exigente chegada de 2ª categoria ao alto de Santa Luzia, em Viana do Castelo. Os ciclistas partiram da Maia e percorreram um total de 83,7 km.

GPJN: Vitória de Matias Presa na Maia, Alarcón de amarela

O uruguaio Alan Matias Presa (Kuota-Construcciones Paulino) venceu esta quinta-feira a primeira etapa do Grande Prémio Jornal de Notícias. A W52-FC Porto manteve a liderança da geral, com a camisola amarela a passar para as mãos de Raúl Alarcón.

GPJN: W52-FC Porto vence crono e Amaro Antunes veste amarela em Viseu

A W52-FC Porto entrou a ganhar no Grande Prémio Jornal de Notícias. A equipa defensora do título venceu o contra-relógio colectivo nocturno e vestiu a primeira camisola amarela com Amaro Antunes.

A cidade de Viseu, na região centro de Portugal, recebeu na noite desta quarta-feira o contra-relógio por equipas de 5,9 km, que teve o tiro de partida às 21h. À partida para o prólogo inaugural da 27ª edição do Grande Prémio Jornal de Notícias estiveram 15 equipas, 12 nacionais e 3 estrangeiras.

Pedro Lopes e Alcobaça CC, uma história de sucesso

Pedro Lopes (27/01/1999) é o mais recente vencedor da Taça de Portugal de Juniores 2017. Ao serviço da equipa de formação Alcobaça CC/Crédito Agrícola, o jovem de 18 anos conquistou o troféu mais almejado numa temporada que já conta com outras importantes vitórias.

Natural de Leiria, Pedro Lopes é federado desde 2012, ano em que entrou para o Alcobaça Clube de Ciclismo, casa onde tem pedalado todos estes anos de formação. Com este Clube vestiu em 2015 a camisola de campeão nacional de contra-relógio no escalão de cadetes, obtendo em 2016 no escalão de juniores o título de vice-campeão nacional de fundo, ano em que conquistou a camisola da juventude (júnior de 1º ano) na Volta a Portugal de Juniores, sendo 3º na geral, agarrando a mesma camisola na Volta a Loulé, uma das principais provas deste escalão.

GP do Dão: Alejandro Marque triunfa no crono

Alejandro Marque alcançou a primeira vitória da temporada com as cores da equipa Sporting-Tavira no contra-relógio individual do Grande Prémio do Dão, última prova pontuável da Taça de Portugal Elite/Sub-23. Daniel Mestre (Efapel) e Domingos Gonçalves (RP-Boavista) completaram o pódio da primeira etapa desta prova, que une o ciclismo à promoção e divulgação da região vinhateira.

A intemporalidade de Agostinho

Um dos nomes intemporais do ciclismo português é o de Joaquim Agostinho, carismático ciclista que deixou mais pobre o desporto nacional com o seu precoce falecimento no ano de 1984, aos 41 anos de idade. Neste dia 10 de Maio cumprem-se 33 anos da sua morte.

Vitória em Torres Vedras dá liderança da Taça a Maaris Meier

A ciclista estoniana Maaris Meier (Maiatos/Reabnorte) venceu este sábado a quarta prova da Taça de Portugal Feminina e subiu à liderança do troféu em elite.

O pelotão feminino esteve em Torres Vedras para disputar a penúltima prova pontuável da Taça de Portugal. Na categoria elite, o circuito de um total de 61,2 km foi disputado ao sprint com Maaris Meier a impor-se diante da campeã nacional Daniela Reis (Lares-Waowdeals) e a sub-23 Soraia Silva (Bairrada). Com este triunfo, Meier assumiu o comando da Taça com 115 pontos, destronando para o 2º lugar Fiona Hunter Johnston (Fusion Fierlan RT) com 112 pontos, tendo sido 9ª na meta, e a fechar o pódio da Taça Irina Coelho (5Quinas/Município de Albufeira) com 70 pontos.

Sérgio Paulinho: “Um ano em Portugal e depois tentar regressar ao WorldTour”

Cerca de duas décadas de carreira, doze anos ao mais alto nível internacional, a vestir a camisola das melhores esquadras, ao serviço dos mais fortes líderes, erguendo os braços em duas etapas de Grand Tours e luzindo uma medalha olímpica. A carreira desportiva de Sérgio Paulinho é notável e em 2017 tomou um novo rumo no ciclismo lusitano.

Aos 37 anos, Sérgio Paulinho regressou ao pelotão nacional, depois de pedalar doze temporadas no pelotão internacional. Além-fronteiras construiu uma carreira invejável, sendo considerado um dos melhores gregários do WorldTour e sob a liderança dos maiores nomes internacionais, como Alberto Contador ao longo de dez temporadas e Lance Armstrong em três. Nessa travessia além-fronteiras, pertenceu sempre às melhores equipas mundiais: Liberty Seguros, Astana, Discovery Channel, RadioShack, Saxo Bank e Tinkoff.

#Giro100 no Eurosport

A 100ª edição do Giro d’Italia decorre entre os dias 5 e 28 de Maio, com transmissão alargada e personalizada no canal Eurosport, tendo como principais anfitriões da emissão portuguesa os conhecidos comentadores Luís Piçarra, Paulo Martins, Olivier Bonamici e Gonçalo Moreira. O Cycling & Thoughts esteve à fala com três dos comentadores para conhecer os pontos-chave da emissão, prognósticos do pódio e perspectivas da prestação lusitana na Corsa Rosa.

No centenário do Giro d’Italia, o pelotão [ver lista] contará com três estreias lusitanas: o campeão nacional José Mendes (BORA-hansgrohe), José Gonçalves (Katusha-Alpecin) e o campeão do mundo de 2013 Rui Costa (UAE Team Emirates).

Abril de vitórias nacionais e internacionais

Análise de Abril ao Pelotão Luso


As equipas portuguesas estiveram em bom destaque no quarto mês do ano e o Cycling & Thoughts recorda os principais momentos protagonizados pelos heróis do pelotão nas provas nacionais e internacionais.

No plano internacional, as equipas continentais portuguesas competiram em Espanha no Gran Premio Miguel Indurain, Vuelta a La Rioja, Klasika Primavera Amorebieta e fecharam o mês na Vuelta Asturias. A W52-FC Porto destacou-se em grande escala ao bater-se de igual para igual em duas provas com a equipa WorldTour Movistar, mostrando que a ambicionada subida ao escalão Profissional Continental tem bases sólidas para acontecer no futuro.

Nocentini permanece no comando do Ranking APCP Ciclista do Ano 2017

Rinaldo Nocentini (Sporting-Tavira) permaneceu pelo terceiro mês consecutivo no comando do Ranking APCP Ciclista do Ano 2017, mantendo em Abril os mesmos 448 pontos. Os demais lugares do pódio ficaram igualmente inalterados, com o 2º lugar de Amaro Antunes (W52-FC Porto) a aproximar-se da liderança a 16 pontos e o 3º lugar de Vicente de Mateos (Louletano-Hospital de Loulé) a totalizar os mesmos 260 pontos do mês anterior.

Amaro Antunes: “Início de época correu na perfeição”

Amaro Antunes voltou a entrar fortíssimo em mais uma temporada de ciclismo ao mais alto nível. O agora ciclista da W52-FC Porto abriu o ano de 2017 a rivalizar e imperar sobre a nata do ciclismo WorldTour, conquistando a etapa do Malhão na Volta ao Algarve. Dias mais tarde, arrecadou a segunda vitória na dura prova internacional lusa Clássica da Arrábida.