Primeira concentração da Rádio Popular-Boavista

A equipa continental portuguesa Rádio Popular-Boavista realizou no passado fim-de-semana a primeira concentração rumo a 2017. O Paredes Design Hotel foi o local eleito para três dias de trabalho e integração dos novos elementos.

Neste primeiro encontro, o grupo realizou exames médicos e sessões de treino, que passaram por várias horas a pedalar pela região norte do país, registando-se uma boa adaptação e convivência entre os mais novos e os mais experientes da esquadra boavisteira.

Os objectivos para o novo ano competitivo são claros. Segundo a equipa: “Prometemos muito trabalho e a certeza que tudo faremos para completarmos mais uma temporada positiva. Em 2016 [retrospectiva 2016], temos a consciência que os resultados que traçámos foram atingidos: uma boa Volta e uma excelente participação internacional em provas no estrangeiro. Este ano, os objectivos poderão ser um pouco diferentes. A equipa é distinta, o que nos obriga a um maior rigor táctico, a aproveitar as oportunidades, num pelotão que nos parece mais equilibrado, com fortes blocos, grupo no qual nos incluímos. Desta feita, nomes como Filipe Cardoso e Rui Sousa serão os responsáveis por dar as coordenadas quando as rotas forem difíceis para os jovens da equipa. Uma filosofia que queremos preservar, vai fazer 31 anos que demos as primeiras pedaladas.”

Rui Sousa, o mais veterano do pelotão nacional, enfrenta a sua quarta temporada na Rádio Popular-Boavista: Temos uma equipa completa, com mais opções para lutar pelos primeiros lugares em qualquer prova nacional. Uma equipa mais forte e, pelas impressões, mais coesa e com mais experiência. Este primeiro estágio já deu para nos conhecermos e dar o tiro de partida para mais um ano, o meu vigésimo como profissional, para o qual parto com o mesmo entusiasmo de sempre.”

Depois de seis anos ao serviço da Efapel, Filipe Cardoso prepara-se para a estreia com as cores boavisteiras: “Espero ter na Rádio Popular-Boavista a oportunidade de pensar em ter responsabilidade para lutar pelos primeiros lugares em algumas provas, ao mesmo tempo que espero dar o meu contributo quando tiver colegas meus a discutirem uma corrida. Estou habituado a trabalhar, mas este ano espero ter a oportunidade de chefiar a equipa em algumas ocasiões.”

Do lado espanhol da equipa, permanece pelo segundo ano consecutivo Víctor Etxeberria: “A próxima temporada será decisiva na minha afirmação como ciclista. Estou a trabalhar com muito entusiasmo e espero entrar bem no Algarve, mas em especial no Alentejo.”

O seu conterrâneo Pablo Guerrero também se mantém pela segunda temporada na esquadra lusitana: “É o meu segundo ano como profissional e sei que tenho de andar mais do que em 2016. A equipa confiou em mim e espero estar à altura dos principais desafios. Tenho ‘ganas’ de correr em Espanha, mas quero estar muito bem nas principais provas do calendário de Portugal, onde espero estar na Volta.”

Novamente com bicicletas Focus e sob a direcção desportiva de José Santos, o grupo conta em 2017 com 10 ciclistas confirmados: Daniel Sánchez (Esp 11/08/1992 Extremadura), David Rodrigues (Por 10/07/1991), Domingos Gonçalves (Por 13/02/1989 Caja Rural-Seguros RGA), Filipe Cardoso (Por 15/05/1984 Efapel), João Benta (Por 21/12/1986 Louletano-Hospital de Loulé), Luís Gomes (Por 07/05/1994 Liberty Seguros-Carglass), Pablo Guerrero (Esp 20/03/1992), Ricardo Vale (Por 21/09/1992), Rui Sousa (Por 17/07/1976) e Víctor Etxeberria (Esp 24/03/1993). Segundo a equipa, poderá estar para breve a chegar de mais um elemento, Xuban Errazkin (Esp 25/08/1996 Café Baque).

Rádio Popular-Boavista na 1ª concentração rumo a 2017 (© Filipe Cardoso)

Sem comentários:

Enviar um comentário