Prólogo TJAgostinho: Rafael Reis arrasa no Turcifal

Rafael Reis (W52-FCPorto) tem protagonizado uma temporada de sucesso e hoje, na abertura do Troféu Joaquim Agostinho, não deu hipótese à concorrência conquistando o prólogo de 8 km com um tempo imbatível de 10m19s. O companheiro de equipa Gustavo Veloso e Rinaldo Nocentini (Sporting CP-Tavira) completaram o pódio.

Álbum completo AQUI

Rafael Reis arrasa no prólogo do Troféu Joaquim Agostinho
(foto Helena Dias)

No final do esforço individual, Rafael Reis afirmou ao Cycling & Thoughts: “Este ano tenho melhorado bastante nos contra-relógios. Os prólogos têm sido um exercício curto e intenso e eu tenho trabalhado bastante. As corridas têm tido para a abertura ou na sua decisão exercícios individuais bastante curtos, onde tenho conseguido desenvolver grandes tempos, mesmo em treino nesses percursos. As coisas têm corrido bastante bem.”

“Do ano passado para este tirei 24 segundos, em condições que penso serem iguais. As sensações foram bastante melhores do que no ano passado, devido ao trabalho que tenho desenvolvido e estou bastante contente com o resultado.”

No que toca à geral do Troféu, o actual líder do Ranking APCP Ciclista do Ano, Rafael Reis aponta os objectivos da equipa W52-FC Porto: “Temos o Raúl [Alarcón] e o Ricardo [Mestre]… vamos apostar neles e em mim. Eu mal não estou, mas não fiz um trabalho tão específico para a montanha e não sei como me vou sair. O percurso é bastante duro, este ano tem mais montanha. Irei dar o meu melhor amanhã, mas temos outros homens para a geral e eu não preparei esta corrida como preparei o Grande Prémio JN ou a Volta à Bairrada. Vamos ver como o corpo vai responder amanhã. Se as coisas correrem bem amanhã, já saberei se vou conseguir defender nos outros dias ou não.”

O prólogo deu início a quatro intensos dias de competição no Troféu Joaquim Agostinho. Neste dia inaugural da 39ª edição, o francês Yannis Yssaad (Armée de Terre) foi o primeiro a sair para a estrada dos 111 corredores das 17 equipas presentes.

O percurso no Turcifal desenhou-se à semelhança do ano transacto, ganho então pelo russo Sergey Shilov (Lokosphinx), que este ano conclui o contra-relógio no 5º lugar, a 25s de Rafael Reis.

Após 8 km de sobe e desce, curvas e os metros finais em empedrado, Rafael Reis fez jus à medalha de bronze alcançada nos Nacionais [apenas batido pelos internacionais Nelson Oliveira (Movistar Team) e José Mendes (Bora-Argon18)] deixando toda a concorrência longe do tempo pedalado, que o levou a vestir a primeira camisola amarela desta edição.

O galego Gustavo Veloso gastou mais 15s, o italiano Rinaldo Nocentini mais 16s e outro galego Alejandro Marque (LA Alumínios-Antarte) mais 20s, o que em medição de forças para a Volta a Portugal mostra um aprumo na forma física destes três líderes, que irão disputar a prova rainha do calendário nacional.

A W52-FC Porto começou este Troféu na liderança individual e também no colectivo, finalizando com três corredores no Top 10, juntando-se em 10º Raúl Alarcón a Reis e Veloso.

Entre os mais jovens do pelotão, o colombiano Aldemar Reyes (Manzana Postobon Team) vestiu a camisola da juventude ao pedalar o 19º melhor tempo, a 39s. Seguiram-se nesta classificação o companheiro de equipa Juan Osorio e Wilson Rodríguez (Boyacá Raza de Campeones, três colombianos na frente da camisola laranja. Em 4º surge o primeiro jovem luso Tiago Antunes (Sicasal/Constantinos/Udo).

Amanhã surge o primeiro grande embate na montanha. A primeira etapa irá desenrolar-se ao longo de 179 km entre Ventosa e a chegada de 1ª categoria ao Alto de Montejunto.

Rafael Reis a voar no contra-relógio
(foto Helena Dias)
Rafael Reis lidera a geral e Aldemar Reyes a juventude
(foto Helena Dias)
Resultados Prólogo
1º Rafael Reis (Por) W52-FC Porto 0:10:19 [45,527 km/h]
2º Gustavo Veloso (Esp) W52-FC Porto +15”
3º Rinaldo Nocentini (Ita) Sporting CP-Tavira +16”
4º Alejandro Marque (Esp) LA Alumínios-Antarte +20”
5º Mikel Bizkarra (Esp) Euskadi-Murias +24”
6º Sergey Shilov (Rus) Lokosphinx +25”
7º Dmitry Sokolov (Rus) Lokosphinx +25”
8º Jesús Ezquerra (Esp) Sporting CP-Tavira +26”
9º José de Segóvia (Esp) Louletano-Hospital de Loulé +27”
10º Raul Alarcón (Esp) W52-FC Porto +27”
Resultados completos aqui

1 comentário:

  1. Anónimo7/7/16

    Mais uma vez parabéns pelo belíssimo trabalho na divulgação do troféu Joaquim Agostinho. Desde já o meu agradecimento e vou ficar à espera por notícias amanhã.

    ResponderEliminar