A Corrida, por Frederico Figueiredo: Volta ao Alentejo


Bem amigos, final da Volta ao Alentejo… Uma corrida especial por ter tido sempre vencedores diferentes em todas as edições, além de ser uma competição que já existe há muitos anos no nosso calendário. É uma corrida onde todos querem apresentar-se bem!

Sensações da 32ª Volta ao Alentejo

A Volta ao Alentejo viu a amarela da 32ª edição ser conquistada pelo espanhol Carlos Barbero da Euskadi, formação continental remanescente da grande casa Euskaltel-Euskadi, extinta no final da temporada passada.

Uma vez mais Portugal não conseguiu chegar à amarela, quer por um ciclista luso quer por uma equipa lusitana. Ainda assim, à semelhança de 2013 voltou a terminar no pódio com a OFM-Quinta da Lixa, desta feita no 2º lugar com Edu Prades a escassos 10 segundos da glória.

Tiago Machado no pódio do Critérium International

(Foto web NetApp-Endura)
Tiago Machado (NetApp-Endura) protagonizou hoje um final de etapa extraordinário, cruzando a meta em 3º e finalizando o Critérium International no 3º lugar do pódio, precedido pelo vencedor da etapa Mathias Frank (IAM) e por Jean-Christophe Peraud (AG2R), segundo na meta e vencedor da camisola amarela.

O desenlace da 83ª edição do Critérium International viveu-se ao longo de 176 km entre Porto-Vecchio e Col de l’Ospedale. A jornada contou com um quinteto em fuga composto por Julien Fouchard (Cofidis), Angelo Tulik (Europcar), Flavien Dassonville (BigMat), Yoann Paillot (La Pomme Marseille) e Leonardo Duque (Colombia), tendo o colombiano coroado as três primeiras montanhas do dia em Côte de Roccapina (km 56,5), Côte d’Orasi (km 67) e Côte de Viggianello (km 93,5).

Com menos de 90 km por pedalar, o pelotão alcançou a fuga e coroou as montanhas seguintes em Col de Sainte-Lucie-De-Tallano (km 116) e Col de Bacinu (km 135). Restava a escalada final de 14 km até à meta.

A linha de todas as decisões esperava pelo vencedor no Col de l'Ospedale. Aos primeiros quilómetros da subida alguns ataques foram tentados, mas o ritmo imposto pela Trek seguida da AG2R não deixou margem para o êxito e o grupo foi reduzindo substancialmente.

Nos derradeiros 5 km, Tom Dumoulin (Giant) perdeu a liderança da camisola amarela, não conseguindo manter-se entre os 7 corredores que seguiam na frente. O mais atacante, Frank Schleck (Trek), tentou corresponder ao trabalho feito pela sua equipa, obtendo sempre resposta de Jean-Christophe Peraud (AG2R), Mathias Frank (IAM) e Rafal Majka (Tinkoff).

O quarteto ganhou alguma vantagem e enquanto serpenteava os 2 km finais da subida, entre ataques e contra-ataques, uma dupla recuperava terreno. Donos de uma hábil escalada, Tiago Machado (NetApp) e Eduardo Sepulveda (Bretagne) conseguiram alcançar o quarteto, com o português a não baixar o ritmo até ao risco final.

Na meta, Mathias Frank (IAM) agarrou a vitória da etapa e Jean-Christophe Peraud (AG2R) a camisola amarela ao terminar em segundo. A tão-somente 2 segundos, Tiago Machado (NetApp) finalizou em terceiro na etapa e na geral, repetindo o pódio alcançado em 2010: «Apesar de conhecer bem o percurso pelo meu 3º lugar em 2010 e 5º em 2011, o final não foi fácil. Tive de sofrer, mas é assim a vida de ciclista. Sinceramente surpreendeu-me alcançar os corredores na frente e ainda pensei lutar pela etapa, mas eles atacaram novamente muito cedo e tentei tirar o melhor proveito disso focando-me no pódio. Quis recompensar a minha equipa, que fez um grande trabalho apoiando-me durante o fim-de-semana».

A somar à presença de Tiago Machado, Portugal contou ainda com mais quatro lusos em prova, destacando-se o 14º lugar de André Cardoso (Garmin) na geral, seguido em 47º por José Gonçalves (La Pomme Marseille) e em 57º José Mendes (NetApp). Apenas Fábio Silvestre (Trek) não terminou a etapa.

(Foto © ASO/P.Perreve www.letour.fr)


Resultados Etapa 3
1 Mathias Frank (Sui) IAM Cycling 4:43:59
2 Jean-Christophe Peraud (Fra) AG2R La Mondiale m.t.
3 Tiago Machado (Por) NetApp-Endura +0:02
4 Frank Schleck (Lux) Trek Factory Racing +0:03
5 Rafal Majka (Pol) Tinkoff-Saxo +0:03
6 Eduardo Sepulveda (Arg) Bretagne-Séché Environnement +0:13
7 Alexis Vuillermoz (Fra) AG2R La Mondiale +0:20
8 Fabio Duarte (Col) Colombia +0:36
9 Remy Di Gregorio (Fra) La Pomme Marseille13 +0:36
10 Julien Simon (Fra) Cofidis +0:36
11 André Cardoso (Por) Garmin-Sharp +0:36
47 José Gonçalves (Por) La Pomme Marseille 13 +12:42
57 José Mendes (Por) NetApp-Endura +20:42
DNF Fábio Silvestre (Por) Trek Factory Racing
------
Montanha: Leonardo Duque (Col)
Pontos: Mathias Frank (Sui) IAM Cycling
Juventude: Rafal Majka (Pol) Tinkoff-Saxo
Equipas: IAM Cycling
------
Geral Final
1 Jean-Christophe Peraud (Fra) AG2R La Mondiale 7:00:12
2 Mathias Frank (Sui) IAM Cycling +0:01
3 Tiago Machado (Por) NetApp-Endura +0:19
4 Rafal Majka (Pol) Tinkoff-Saxo +0:25
5 Eduardo Sepulveda (Arg) Bretagne-Séché Environnement +0:26
6 Frank Schleck (Lux) Trek Factory Racing +0:28
7 Julien Simon (Fra) Cofidis +0:47
8 Alexis Vuillermoz (Fra) AG2R La Mondiale +0:48
9 Bob Jungels (Lux) Trek Factory Racing +0:57
10 Fabio Duarte (Col) Colombia +1:07
14 André Cardoso (Por) Garmin-Sharp +1:38
47 José Gonçalves (Por) La Pomme Marseille13 +13:13
57 José Mendes (Por) NetApp-Endura +21:12

(escrito em português de acordo com a antiga ortografia)

Vitória de Caldeira na consagração de Barbero na Alentejana

O português Samuel Caldeira (OFM-Quinta da Lixa) sprintou para a vitória da última etapa da Volta ao Alentejo, no dia da consagração do espanhol Carlos Barbero (Euskadi) como o grande vencedor da 32ª edição da Alentejana.

Etapa de Westra, Catalunya de Purito

O holandês Lieuwe Westra (Astana) venceu a última etapa da Volta a Catalunya. Joaquim ‘Purito’ Rodriguez (Katusha) conquistou a 94ª edição, subindo pela segunda vez na sua carreira ao lugar mais alto do pódio da corrida catalã.

A sétima jornada de 120,7 km, com partida e chegada em Barcelona, viu a chuva levar ao encurtar da quilometragem, reduzindo em 600m a descida no circuito final de Montjuic, onde o pelotão iria dar 8 voltas.

O dia começou cedo para a fuga. Pouco depois do tiro de partida, um numeroso grupo de 13 aventureiros saiu do pelotão rumo às primeiras escaladas do dia. Nas 3ªs cats. de Castellbisbal (km 21,5) e Corbera (km 32,1), o líder da montanha Stef Clement (Belkin), integrante da fuga, coroou os altos garantindo a vitória da camisola.

Os 13 corredores persistiram na fuga entrando no circuito de Montjuic com cerca de 4 minutos de vantagem sobre um pelotão comandado pela Katusha de Joaquim Rodriguez, mais tarde com a ajuda da Omega Pharma-Quick Step. No entanto, a distância teimava em não baixar e à quarta passagem pela meta Lieuwe Westra (Astana) decidiu deixar para trás os quatro companheiros que ainda seguiam consigo na frente, não parando mais até ao cruzar final da linha em Barcelona, conquistando a última etapa com mais de 1 minuto sobre os companheiros de escapada Marcus Burghardt (BMC) e Thomas Voeckler (Europcar).

Na luta pela geral, os favoritos mantiveram-se juntos à espera da oportunidade de um derradeiro ataque à liderança de Rodriguez (Katusha). Contador (Tinkoff-Saxo) ainda tentou fazer a diferença, mas ‘Purito’ respondeu e defendeu até ao cruzar final da meta o primeiro lugar na Volta a Catalunya, deixando ‘El Pistolero’ no 2º lugar e Tejay Van Garderen (BMC) a fechar o pódio final da 94ª edição.

Quanto à dupla lusa presente pela Tinkoff-Saxo, o objectivo de ter Alberto Contador no pódio foi alcançado. Incansáveis na protecção ao seu líder, Sérgio Paulinho e Bruno Pires demonstraram a importância deste trabalho, juntamente com os companheiros da armada russa. Nas contas finais, Bruno Pires não terminou a sua segunda Volta a Catalunya, estando entre os 46 corredores a não terminar hoje o circuito de Montjuic. Sérgio Paulinho finalizou a sua sexta [salvo erro] aventura catalã em 79º lugar.

Pódio Volta a Catalunya (Foto Jon Herranz www.voltacatalunya.cat)


Resultados Etapa 7
1 Lieuwe Westra (Ned) Astana 2:36:14
2 Marcus Burghardt (Ger) BMC +1:22
3 Thomas Voeckler (Fra) Europcar +1:22
4 Maciej Paterski (Pol) CCC Polsat Polkowice +1:26
5 Yoann Bagot (Fra) Cofidis +1:36
6 Jan Polan (Slo) Lampre-Merida +2:07
7 Alberto Contador (Esp) Tinkoff-Saxo +2:07
8 Romain Bardet (Fra) AG2R La Mondiale +2:07
9 Arnold Jeannesson (Fra) FDJ.fr +2:07
10 Joaquim Rodriguez (Esp) Katusha +2:07
33 Sérgio Paulinho (Por) Tinkoff-Saxo +2:15
DNF Bruno Pires (Por) Tinkoff-Saxo
------
Montanha: Stef Clement (Ned) Belkin
Sprint: Michel Koch (Ger) Cannondale
Troféu Miquel Poblet: Michel Koch (Ger) Cannondale
Equipas: Garmin-Sharp
------
Geral Final
1 Joaquim Rodriguez (Esp) Katusha 29:41:34
2 Alberto Contador (Esp) Tinkoff-Saxo +0:04
3 Tejay Van Garderen (USA) BMC +0:07
4 Romain Bardet (Fra) AG2R La Mondiale +0:10
5 Nairo Quintana (Col) Movistar +0:10
6 Chris Froome (GBr) Sky +0:17
7 Andrew Talansky (USA) Garmin-Sharp +0:18
8 Domenico Pozzovivo (Ita) AG2R La Mondiale +0:26
9 Warren Barguil (Fra) Giant-Shimano +0:42
10 Robert Kiserlovski (Cro) Trek Factory Racing +0:48
79 Sérgio Paulinho (Por) Tinkoff-Saxo +36:56

(escrito em português de acordo com a antiga ortografia)

Dumoulin de amarelo no Critérium International

O sul da Córsega recebeu este sábado duas etapas do Critérium International, ambas em Porto-Vecchio. Pela manhã a vitória coube ao francês Nacer Bouhanni (FDJ.fr), de tarde o triunfo pertenceu ao holandês Tom Dumoulin (Giant-Shimano).

A etapa inaugural percorreu 89 km com uma fuga a formar-se após 25 km pedalados. O quarteto em fuga composto por Alexis Gougeard (AG2R La Mondiale), Clement Venturini (Cofidis), Thomas Vaubourzeix (La Pomme Marseille13) e Theo Vimpere (Bigmat-Auber 93) coroou a única dificuldade da jornada, Côte de Conca (km 45), mas os escassos 35 segundos de vantagem depressa se desvaneceram no asfalto.

Alguns corredores ainda temeram perder tempo na jornada, quando a 29 km para o final o pelotão se fraccionou em dois, mas a junção acabou por ser feita. Uma última tentativa de ataque por Alessandro Vanotti (Astana) não chegou a bom porto e a meta acabou por ser discutida ao sprint com Nacer Bouhanni (FDJ.fr) a impor-se a Nathan Haas (Garmin-Sharp) e Marko Kump (Tinkoff-Saxo).

Ao início da tarde a vitória do curto contra-relógio individual sorriu ao holandês Tom Dumoulin (Giant-Shimano), que percorreu os 7 km em 9m07s a 46,069 km/h, assumindo assim a liderança do Critérium International. O segundo melhor tempo pertenceu a Rohan Dennis (Garmin-Sharp), gastando mais 3s, e em terceiro terminou Bob Jungels (Trek) a 10s.

Quanto ao quinteto português presente em prova, na primeira etapa todos terminaram na meta com o mesmo tempo do vencedor Nacer Bouhanni (FDJ.fr). Também no esforço individual tiveram um bom desempenho, com Tiago Machado (NetApp-Endura) a destacar-se no 17º lugar, gastando mais 26s que o vencedor Tom Dumoulin (Giant-Shimano). Fábio Silvestre (Trek), José Mendes (NetApp-Endura) e José Gonçalves (La Pomme Marseille 13) gastaram cerca de 30s mais e André Cardoso (Garmin-Sharp), fora da sua especialidade, finalizou a pouco mais de 1m.

Amanhã jogam-se todas as cartas na terceira e última etapa de 176 km, entre Porto-Vecchio e Col de l’Ospedale. Com Tom Dumoulin (Giant-Shimano) a vestir a amarela de líder, os portugueses partem para o derradeiro desafio em 17º Tiago Machado (NetApp-Endura), 24º Fábio Silvestre (Trek), 32º José Mendes (NetApp-Endura), 35º José Gonçalves (La Pomme Marseille13) e 89º André Cardoso (Garmin-Sharp).
 
Tom Dumoulin (Foto © ASO/P.Perreve) www.letour.fr
Resultados Etapa 1
1 Nacer Bouhanni (Fra) FDJ.fr 2:07:01
2 Nathan Haas (Aus) Garmin-Sharp m.t.
3 Marko Kump (Slo) Tinkoff-Saxo m.t.
4 Tony Hurel (Fra) Europcar m.t.
5 Julien Simon (Fra) Cofidis m.t.
6 Matthias Brandle (Aut) IAM Cycling m.t.
7 Benjamin Giraud (Fra) La Pomme Marseille 13 m.t.
8 Armindo Fonseca (Por) Bretagne-Séché Environnement m.t.
9 Eugenio Alafaci (Ita) Trek Factory Rcaing m.t.
10 Julien Berard (Fra) AG2R La Mondiale m.t.
19 Fábio Silvestre (Por) Trek Factory Racing m.t.
32 José Gonçalves (Por) La Pomme Marseille 13 m.t.
37 André Cardoso (Por) Garmin-Sharp m.t.
60 Tiago Machado (Por) NetApp-Endura m.t.
93 José Mendes (Por) NetApp-Endura m.t.

Resultados Etapa 2
1 Tom Dumoulin (Ned) Giant-Shimano 0:09:07
2 Rohan Dennis (Aus) Garmin-Sharp +0:03
3 Bob Jungels (Lux) Trek Factory Racing +0:10
4 Jean-Christophe Peraud (Fra) AG2R La Mondiale +0:11
5 Jérôme Coppel (Fra) Cofidis +0:11
6 Ramunas Navardauskas (Ltu) Garmin-Sharp +0:14
7 Mathias Frank (Sui) IAM Cycling +0:16
8 Julien Simon (Fra) Cofidis +0:16
9 Eduardo Sepulveda (Arg) Bretagne-Séché Environnement +0:18
10 Nathan Haas (Aus) Garmin-Sharp +0:20
17 Tiago Machado (Por) NetApp-Endura +0:26
24 Fábio Silvestre (Por) Trek Factory Racing +0:30
32 José Mendes (Por) NetApp-Endura +0:35
34 José Gonçalves (Por) La Pomme Marseille 13 +0:36
97 André Cardoso (Por) Garmin-Sharp +1:07
------
Montanha: Theo Vimpere (Fra) BigMat-Auber 93
Pontos: Tom Dumoulin (Ned) Giant-Shimano
Juventude: Tom Dumoulin (Ned) Giant-Shimano
Equipas: Garmin-Sharp
------
Geral
1 Tom Dumoulin (Ned) Giant-Shimano 2:16:08
2 Rohan Dennis (Aus) Garmin-Sharp +0:03
3 Bob Jungels (Lux) Trek Factory Racing +0:08
4 Jean-Christophe Peraud (Fra) AG2R La Mondiale +0:11
5 Jérôme Coppel (Fra) Cofidis +0:11
6 Ramunas Navardauskas (Ltu) Garmin-Sharp +0:14
7 Nathan Haas (Aus) Garmin-Sharp +0:16
8 Mathias Frank (Sui) IAM Cycling +0:16
9 Julien Simon (Fra) Cofidis +0:16
10 Eduardo Sepulveda (Arg) Bretagne-Séché Environnement +0:18
17 Tiago Machado (Por) NetApp-Endura +0:26
24 Fábio Silvestre (Por) Trek Factory Racing +0:30
32 José Mendes (Por) NetApp-Endura +0:35
35 José Gonçalves (Por) La Pomme Marseille13 +0:36
89 André Cardoso (Por) Garmin-Sharp +1:07

(escrito em português de acordo com a antiga ortografia)

Checo Karel Hnik vence ao sprint na Alentejana

O jovem checo de 22 anos, Karel Hnik (Etixx) venceu hoje ao sprint a quarta etapa da Volta ao Alentejo, batendo na linha de meta o camisola amarela Carlos Barbero (Euskadi) e o vencedor da segunda etapa Edu Prades (OFM-Quinta da Lixa).

Fuga de sucesso de Stef Clement na Catalunya

À penúltima etapa da Volta a Catalunha a fuga teve o êxito desejado com a vitória na meta a pertencer ao holandês Stef Clement (Belkin), o actual rei da montanha. A liderança permaneceu tranquila em Joaquim ‘Purito’ Rodriguez (Katusha).

Stef Clement (Foto @BiciGoga)

A um dia do fim, na Catalunha viveu-se a sexta etapa de 172 km, entre El Vendrell e Vilanova i la Geltru, num terreno com algumas subidas embora não pontuáveis. Às primeiras pedaladas nove corredores saíram para a fuga do dia composta por Pieter Serry (Omega Pharma-Quick Step), Stef Clement (Belkin), Damien Howson (Orica-GreenEdge), Pierre Rolland (Europcar), Jens Voigt (Trek), Antonio Piedra (Caja Rural-Seguros RGA), Marek Rutkiewitz (CCC Polsat Polkowice), Rudy Molard (Cofidis) e Nico Sijmens (Wanty-Groupe Gobert).

Num dia marcado pelo muito vento que se fez sentir, a perseguição no pelotão tornou-se mais dura, deixando a fuga ganhar uma vantagem de 4 minutos à passagem pela única montanha pontuável, a 3ª cat. de Alt de Font-Rubí (km 113,4) localizada a 58 km da meta. Várias equipas estiveram no comando do grande grupo, sem no entanto conseguir derreter a distância no asfalto.

Nos últimos quilómetros os ataques sucederam-se entre os nove na frente e a diferença foi feita a 1000 metros da meta por Stef Clement (Belkin), deixando os companheiros de fuga a escassos 3 segundos, suficiente para chegar à vitória na etapa. O francês Rudy Molard (Cofidis) e o belga Pieter Serry (Omega Pharma-Quick Step) fecharam o pódio da jornada.

O pelotão chegou 55 segundos depois com o líder Joaquim Rodriguez (Katusha) e os restantes favoritos à geral, bem como a dupla lusa da armada Tinkoff-Saxo, Sérgio Paulinho e Bruno Pires, que partem para a derradeira etapa de 120,7 km, em Barcelona, em 115º e 127º respectivamente.


Resultados Etapa 6
1 Stef Clement (Ned) Belkin 3:58:44
2 Rudy Molard (Fra) Cofidis +0:03
3 Pieter Serry (Bel) Omega Pharma-Quick Step +0:03
4 Jens Voigt (Ger) Trek Factory Racing +0:03
5 Marek Rutkiewicz (Pol) CCC Polsat Polkowice +0:03
6 Antonio Piedra (Esp) Caja Rural-Seguros RGA +0:03
7 Pierre Rolland (Fra) Europcar +0:03
8 Damien Howson (Aus) Orica-GreenEdge +0:03
9 Nico Sijmens (Bel) Wanty-Groupe Gobert +0:09
10 Tosh Van Der Sande (Bel) Lotto Belisol +0:55
46 Bruno Pires (Por) Tinkoff-Saxo +0:55
110 Sérgio Paulinho (Por) Tinkoff-Saxo +0:55
------
Montanha: Stef Clement (Ned) Belkin
Sprint: Michel Koch (Ger) Cannondale
Troféu Miquel Poblet: Michel Koch (Ger) Cannondale
Equipas: Garmin-Sharp
------
C. Geral
1 Joaquim Rodriguez (Esp) Katusha 27:03:13
2 Alberto Contador (Esp) Tinkoff-Saxo +0:04
3 Tejay Van Garderen (USA) BMC +0:07
4 Romain Bardet (Fra) AG2R La Mondiale +0:10
5 Nairo Quintana (Col) Movistar +0:10
6 Chris Froome (GBr) Sky +0:17
7 Andrew Talansky (USA) Garmin-Sharp +0:18
8 Domenico Pozzovivo (Ita) AG2R La Mondiale +0:26
9 Warren Barguil (Fra) Giant-Shimano +0:42
10 Robert Kiserlovski (Cro) Trek Factory Racing +0:48
115 Sérgio Paulinho (Por) Tinkoff-Saxo +36:48
127 Bruno Pires (Por) Tinkoff-Saxo +41:06

(escrito em português de acordo com a antiga ortografia)

Triunfo ao sprint de Manuel Cardoso na Alentejana

No ano de regresso ao pelotão português, Manuel Cardoso conquistou a sua primeira vitória da temporada pela esquadra de Tavira, Banco BIC-Carmim, num poderoso sprint frente a Filipe Cardoso (Efapel-Glassdrive) e Erik Bystrem (Oster Hus-Ridley) na terceira etapa da Volta ao Alentejo, que continua a ser liderada pelo espanhol Carlos Barbero (Euskadi).

Terceira vitória de Mezgec na Catalunya

Luka Mezgec (Giant-Shimano) alcançou o terceiro triunfo na 94ª Volta a Catalunya. Imparável na senda de vitórias, o esloveno da Giant-Shimano superou hoje na meta em Valls os franceses Julian Alaphilippe (Omega Pharma-Quick Step) e Samuel Dumoulin (AG2R La Mondiale). Joaquim ‘Purito’ Rodriguez (Katusha) manteve a liderança na Catalunha.
 
Luka Mezgec (Foto www.voltacatalunya.cat)

A quinta e mais longa das etapas partiu de Llanars-Vall de Camprodon para 218,2 km de asfalto até à chegada a Valls, terra do saudoso Xavier Tondo. Uma fuga de oito corredores formou-se após 50 km pedalados com Georg Preidler (Giant-Shimano) e Marcus Burghardt (BMC) a tomarem o comando da corrida, deixando os companheiros de aventura para trás.

O duo não chegou longe, consequência do trabalho realizado pelas equipas dos favoritos à geral na frente do pelotão. A 15 km do final, na chegada à única montanha do dia, a 2ª cat. em Lille (km 209,3), já o grupo rolava compacto, mas não tranquilo.

Ao longo da subida de 6,3 km ataques e contra-ataques foram tentados, um dos quais por Alberto Contador (Tinkoff-Saxo) de imediato respondido por Romain Bardet (AG2R La Mondiale), Joaquim Rodriguez (Katusha), Nairo Quintana (Movistar) e Jakob Fuglsang (Astana), que coroou o alto isolado, mas logo em seguida foi alcançado pelo pelotão reagrupado.

O final viveu-se a grande velocidade e, após um ataque sem sucesso à entrada do último quilómetro por Ryder Hesjedal (Garmin-Sharp), nos derradeiros metros o sprint foi lançado com Luka Mezgec a não desperdiçar mais esta oportunidade, vencendo pela terceira vez na Catalunha.

Os favoritos chegaram todos com o mesmo tempo, mantendo sem alterações a classificação geral à partida para a etapa de amanhã, onde irão percorrer 172 km entre El Vendrell e Vilanova i la Geltru.

Quanto à dupla lusa da armada Tinkoff-Saxo, Sérgio Paulinho e Bruno Pires superaram mais uma jornada ocupando na geral o 123º e 134º lugares respectivamente.



Resultados Etapa 5
1 Luka Mezgec (Slo) Giant-Shimano 5:16:00
2 Julian Alaphilippe (Fra) Omega Pharma-Quick Step m.t.
3 Samuel Dumoulin (Fra) AG2R La Mondiale m.t.
4 Paul Martens (Ger) Belkin m.t.
5 Michel Kreder (Ned) Wanty-Groupe Gobert m.t.
6 Alberto Contador (Esp) Tinkoff-Saxo m.t.
7 Adam Yates (GBr) Orica-GreenEdge m.t.
8 Kévin Reza (Fra) Europcar m.t.
9 Tosh Van Der Sande (Bel) Lotto-Belisol m.t.
10 Davide Vigano (Ita) Caja Rural-Seguros RGA m.t.
77 Sérgio Paulinho (Por) Tinkoff-Saxo +0:15
132 Bruno Pires (Por) Tinkoff-Saxo +05:35
------
Montanha: Stef Clement (Ned) Belkin
Sprint: Michel Koch (Ger) Cannondale
Troféu Miquel Poblet: Michel Koch (Ger) Cannondale
Equipas: Garmin-Sharp
------
C. Geral
1 Joaquim Rodriguez (Esp) Katusha 23:03:34
2 Alberto Contador (Esp) Tinkoff-Saxo +0:04
3 Tejay Van Garderen (USA) BMC +0:07
4 Romain Bardet (Fra) AG2R La Mondiale +0:10
5 Nairo Quintana (Col) Movistar +0:10
6 Chris Froome (GBr) Sky +0:17
7 Andrew Talansky (USA) Garmin-Sharp +0:18
8 Domenico Pozzovivo (Ita) AG2R La Mondiale +0:26
9 Warren Barguil (Fra) Giant-Shimano +0:42
10 Robert Kiserlovski (Cro) Trek Factory Racing +0:48
123 Sérgio Paulinho (Por) Tinkoff-Saxo +36:48
134 Bruno Pires (Por) Tinkoff-Saxo +41:06

(escrito em português de acordo com a antiga ortografia)

Prades e Barbero dominam Alentejana

A meta da segunda etapa da 32ª Volta ao Alentejo teve sabor espanhol. A vitória da jornada sorriu a Edu Prades (OFM-Quinta da Lixa), que triunfou na chegada a Montemor-o-Novo diante de Carlos Barbero (Euskadi), o novo líder da bela Alentejana.

Van Garderen triunfa, Purito lidera Catalunya

A etapa rainha da Volta a Catalunya viu reinar na meta o americano Tejay Van Garderen (BMC), que desta forma subiu ao terceiro lugar da geral comandada pelo espanhol Joaquim ‘Purito’ Rodriguez (Katusha).
 
Tejay Van Garderen (Foto www.voltacatalunya.cat)

Num dia de frio, chuva, neve e já sem os nomes sonantes de Carlos Betancur (AG2R La Mondiale), Chris Horner (Lampre-Merida), Tom Danielson (Garmin-Sharp) e Julián Arredondo (Trek) no pelotão, a quarta jornada na Catalunha teve ao longo dos seus 166,4 km muita montanha, desde a partida em Alp até à chegada na categoria especial de Vallter 2000-Setcases.

Um quarteto formou a fuga do dia com Rubén Plaza (Movistar), Thomas De Gendt (Omega Pharma-Quick Step), Stef Clement (Belkin) e Maxime Mederel (Europcar). Na frente coroaram todos os altos da jornada, mais precisamente a 1ª cat. de Collada de Tosses (km 22), a 2ª cat. de Canes (km 75,2) e as 1ªs cats. de Oix (km 114,6) e Rocabruna (km 132,6), onde um escasso minuto os separava do pelotão comandado pela armada de Alberto Contador, a Tinkoff-Saxo.

No começo da última ascensão que levaria à meta, apenas o espanhol Rubén Plaza se mantinha na frente ao início dos 12 km de escalada da categoria especial de Vallter 2000. Na sua roda, os ataques não se fizeram esperar no grupo restrito onde se mantinham todos os favoritos.

Contudo, a vitória não estava reservada a nenhum dos candidatos mais falados, mas sim ao vencedor das corridas americanas Tour of California e USA Pro Challenge de 2013, o americano de 25 anos Tejay Van Garderen (BMC), que superou na meta o francês Romain Bardet (AG2R La Mondiale), deixando a segundos nos lugares seguintes os favoritos Alberto Contador (Tinkoff-Saxo), Joaquim Rodríguez (Katusha), Nairo Quintana (Movistar) e Chris Froome (Sky), tendo sido o britânico a desferir o primeiro ataque.

Quanto à jornada de Bruno Pires e Sérgio Paulinho, os portugueses trabalharam juntamente com os companheiros  da Tinkoff-Saxo na frente do pelotão e viram o líder espanhol Alberto Contador segurar o segundo lugar da geral. A dupla lusa parte para a quinta jornada, de 218,2 km entre Llanars Vall de Camprodon e Valls, em 135º e 140º respectivamente.


Resultados Etapa 4
1 Tejay Van Garderen (USA) BMC 4:49:30
2 Romain Bardet (Fra) AG2R La Mondiale +0:00
3 Alberto Contador (Esp) Tinkoff-Saxo +0:03
4 Joaquim Rodriguez (Esp) Katusha +0:04
5 Nairo Quintana (Col) Movistar +0:05
6 Andrew Talansky (USA) Garmin-Sharp +0:08
7 Chris Froome (GBr) Sky +0:08
8 Warren Barguil (Fra) Giant-Shimano +0:15
9 Domenico Pozzovivo (Ita) AG2R La Mondiale +0:16
10 Robert Kiserlovski (Cro) Trek Factory Racing +0:21
120 Bruno Pires (Por) Tinkoff-Saxo +25:01
145 Sérgio Paulinho (Por) Tinkoff-Saxo +26:03
------
Montanha: Stef Clement (Ned) Belkin
Sprint: Michel Koch (Ger) Cannondale
Troféu Miquel Poblet: Michel Koch (Ger) Cannondale
Equipas: Garmin-Sharp
------
C. Geral
1 Joaquim Rodriguez (Esp) Katusha 17:47:34
2 Alberto Contador (Esp) Tinkoff-Saxo +0:04
3 Tejay Van Garderen (USA) BMC +0:07
4 Romain Bardet (Fra) AG2R La Mondiale +0:10
5 Nairo Quintana (Col) Movistar +0:10
6 Chris Froome (GBr) Sky +0:17
7 Andrew Talansky (USA) Garmin-Sharp +0:18
8 Domenico Pozzovivo (Ita) AG2R La Mondiale +0:26
9 Warren Barguil (Fra) Giant-Shimano +0:42
10 David Arroyo (Esp) Caja Rural-Seguros RGA +0:45
135 Bruno Pires (Por) Tinkoff-Saxo +35:31
140 Sérgio Paulinho (Por) Tinkoff-Saxo +36:33

(escrito em português de acordo com a antiga ortografia)

Brilho equatoriano de Byron Guama na Alentejana

Sabor equatoriano na primeira meta da 32ª Volta ao Alentejo com a vitória de Byron Guama (Team Ecuador), que brilhou no Marvão diante dos lusos César Fonte (Rádio Popular-Boavista) e Edgar Pinto (LA Alumínios-Antarte).

Assalto de Purito à liderança na Catalunya

O espanhol Joaquim ‘Purito’ Rodriguez (Katusha) tomou de assalto os metros finais da terceira etapa e triunfou em La Molina, assumindo a liderança da Volta a Catalunya, seguido muito de perto por Alberto Contador (Tinkoff-Saxo) e Nairo Quintana (Movistar).
 
Joaquim 'Purito' Rodriguez (Foto @BiciGoga)

A jornada de 162,9 km, entre Banyoles e La Molina (Alp), viveu-se quase na totalidade com um sexteto na frente composto por Andrey Zeits (Astana), Jack Bobridge (Belkin), Michel Koch (Cannondale), Kévin Reza (Europcar), Branislau Samoilau (CCC Polsat Polkowice) e Rudy Molard (Cofidis).

Num dia desenhado por montanha, a fuga coroou a 1ª cat. de Coubet (km 41,6) e continuou no comando à passagem por Creueta (km 99), alto de categoria especial onde Tinkoff-Saxo, Katusha e Movistar pedalaram a fundo no pelotão para apagar a vantagem dos aventureiros.

Com apenas 10 km por pedalar, apenas Samoilau, Reza e Molard persistiam no sonho de alcançar a vitória da jornada. O trio persistiu, mas Reza foi o único a resistir estoicamente à força do pelotão até 5 km para o final, exactamente no momento do início da última subida de 1ª cat. até à meta em La Molina.

A aparente tranquilidade foi quebrada por Pierre Rolland (Europcar), protagonista do primeiro ataque seguido de Jakob Fuglsang (Astana), ambos sem sucesso. O verdadeiro testar de forças estava reservado para o último quilómetro entre os principais candidatos à vitória da 94ª Volta a Catalunya.

Chris Froome (Sky) abriu as hostilidades, obtendo resposta de Joaquim Rodriguez (Katusha), Alberto Contador (Tinkoff-Saxo) e Nairo Quintana (Movistar). Com 500 metros pela frente, no último esgrimir de forças a pedalada de Rodriguez mostrou-se mais forte, triunfando na meta seguido de Contador e Quintana a 5 e 9 segundos, enquanto Froome chegou na quinta posição a 13 segundos. O vencedor da edição anterior, Daniel Martin (Garmin-Sharp), cruzou a linha a 31 segundos.

Quanto aos lusos Bruno Pires e Sérgio Paulinho da armada Tinkoff-Saxo, ambos tiveram um papel fundamental no comando do pelotão, desfazendo quilómetro atrás quilómetro a vantagem adquirida pelo sexteto em fuga. Terminaram o dia a cerca de 10 minutos e estão na geral em 138º Bruno Pires e 141º Sérgio Paulinho, o aniversariante deste dia.

A etapa de amanhã reserva 166,4 km a ligar Alp a Vallter 2000-Setcases.


Resultados Etapa 3
1 Joaquim Rodriguez (Esp) Katusha 4:50:55
2 Alberto Contador (Esp) Tinkoff-Saxo +0:05
3 Nairo Quintana (Col) Movistar +0:09
4 Tejay Van Garderen (USA) BMC +0:11
5 Chris Froome (GBr) Sky +0:13
6 Domenico Pozzovivo (Ita) AG2R La Mondiale +0:14
7 Wilco Kelderman (Ned) Belkin+0:14
8 Andrew Talansky (USA) Garmin-Sharp +0:14
9 Romain Bardet (Fra) AG2R La Mondiale +0:14
10 Przemyslaw Niemiec (Pol) Lampre-Merida +0:20
140 Bruno Pires (Por) Tinkoff-Saxo +10:34
141 Sérgio Paulinho (Por) Tinkoff-Saxo +10:34
------
Montanha: Jack Bobridge (Aus) Belkin
Sprint: Michel Koch (Ger) Cannondale
Troféu Miquel Poblet: Michel Koch (Ger) Cannondale
Equipas: AG2R La Mondiale
------
C. Geral
1 Joaquim Rodriguez (Esp) Katusha 12:58:00
2 Alberto Contador (Esp) Tinkoff-Saxo +0:05
3 Nairo Quintana (Col) Movistar +0:09
4 Tejay Van Garderen (USA) BMC +0:11
5 Chris Froome (GBr) Sky +0:13
6 Wilco Kelderman (Ned) Belkin+0:14
7 Romain Bardet (Fra) AG2R La Mondiale +0:14
8 Andrew Talansky (USA) Garmin-Sharp +0:14
9 Domenico Pozzovivo (Ita) AG2R La Mondiale +0:14
10 Przemyslaw Niemiec (Pol) Lampre-Merida +0:20
138 Bruno Pires (Por) Tinkoff-Saxo +10:34
141 Sérgio Paulinho (Por) Tinkoff-Saxo +10:34

(escrito em português de acordo com a antiga ortografia)

Show de Voeckler no bis de Mezgec na Catalunya

Pelo segundo dia consecutivo, a vitória na meta da Volta a Catalunya sorriu a Luka Mezgec. O corredor esloveno da Giant-Shimano fez parecer fácil o triunfo alcançado em Girona, subindo uma vez mais ao pódio como líder da Volta no dia em que Thomas Voeckler (Europcar) deu espectáculo nas estradas catalãs.
 
Luka Mezgec (Foto @BiciGoga)

O segundo dia na Catalunha recebeu o pelotão com chuva e mais chuva no decorrer dos 168 km. Logo após o tiro de partida em Mataró, um sexteto tomou de assalto a frente da corrida com Maxim Belkov (Katusha), Michel Koch (Cannondale), Thomas Voeckler (Europcar), Jérôme Baugnies (Wanty-Groupe Gobert), Tomasz Marczynski e Marek Rutkiewicz (CCC Polsat Polkowice).

A fuga coroou as duas montanhas pontuáveis da jornada, a 3ª cat. de Can Bordoi (km 12,5) e a 2ª cat. de Santa Pellaia (km 83,7), mas não se pense que a partir desse momento se encontrou facilidade pela frente. Sem mais altos pontuáveis, nem por isso o terreno se mostrou menos sinuoso até à meta e precisamente a 27 km para o final, na subida de Banyoles, Voeckler (Europcar) decidiu deixar os companheiros de fuga e tentar a sorte numa pedalada solitária.

O mítico francês da Europcar proporcionou os momentos mais animados da corrida. O show de Voeckler durou até 5 km do desfecho com as caretas habituais, a característica língua de fora e o amante de ciclismo preso ao ecrã da televisão na expectativa de ver até onde chegaria a sua valentia.

Contudo, o pelotão foi impiedoso e uma vez mais a linha de meta discutiu-se ao sprint com Luka Mezgec (Giant-Shimano) a vencer novamente a etapa, desta feita diante dos italianos Roberto Ferrari (Lampre-Merida) e Daniele Ratto (Cannondale).

Quanto aos nomes mais sonantes para a geral, os espanhóis Alberto Contador (Tinkoff-Saxo) e Joaquim ‘Purito’ Rodriguez (Katusha), o britânico Chris Froome (Sky), o colombiano Nairo Quintana (Movistar) e o irlandês Daniel Martin (Garmin-Sharp) cruzaram todos a meta inseridos no pelotão, a 3 segundos. O mesmo sucedeu com os portugueses da armada Tinkoff-Saxo, Bruno Pires e Sérgio Paulinho.

Nota final para o abandono de Richie Porte (Sky) no decorrer da etapa na Catalunha, à semelhança do sucedido na Tirreno-Adriatico, consequência de vírus estomacal.



Resultados Etapa 2
1 Luka Mezgec (Slo) Giant-Shimano 3:57:49
2 Roberto Ferrari (Ita) Lampre-Merida +0:00
3 Daniele Ratto (Ita) Cannondale +0:00
4 Julian Alaphilippe (Fra) Omega Pharma-Quick Step +0:00
5 Marcus Burghardt (Ger) BMC +0:00
6 Davide Vigano (Ita) Caja Rural-Seguros RGA +0:00
7 Boris Vallee (Bel) Lotto-Belisol +0:00
8 Tosh Van Der Sande (Bel) Lotto-Belisol +0:00
9 Leigh Howard (Aus) Orica-GreenEdge +0:00
10 Maciej Paterski (Pol) CCC Polsat Polkowice +0:03
39 Bruno Pires (Por) Tinkoff-Saxo +0:03
133 Sérgio Paulinho (Por) Tinkoff-Saxo +0:03
------
Montanha: Romain Lemarchand (Fra) Cofidis
Sprint: Boris Vallee (Bel) Lotto-Belisol
Troféu Miquel Poblet: Michel Koch (Ger) Cannondale
Equipas: Lotto-Belisol
------
C. Geral
1 Luka Mezgec (Slo) Giant-Shimano 8:06:42
2 Roberto Ferrari (Ita) Lampre-Merida +0:14
3 Leigh Howard (Aus) Orica-GreenEdge +0:14
4 Julian Alaphilippe (Fra) Omega Pharma-Quick Step +0:16
5 Daniele Ratto (Ita) Cannondale +0:16
6 Boris Vallee (Bel) Lotto-Belisol +0:18
7 Marcus Burghardt (Ger) BMC +0:20
8 Tosh Van Der Sande (Bel) Lotto-Belisol +0:20
9 Davide Vigano (Ita) Caja Rural-Seguros RGA +0:20
10 Michel Koch (Ger) Cannondale +0:20
45 Bruno Pires (Por) Tinkoff-Saxo +0:23
141 Sérgio Paulinho (Por) Tinkoff-Saxo +0:23

(escrito em português de acordo com a antiga ortografia)